Na falta de médicos, prefeitura de Curitiba oferece “sossega leão” aos pacientes; veja o vídeo

Impera o caos na saúde de Curitiba, que é administrada pelo médico Luciano Ducci (PSB).

Paciente cansada de esperar horas por atendimento agrediu ontem, no bairro Sítio Cercado, funcionária de unidade de saúde.

O fato é lamentável, condenável. A moça agredida não tem culpa pelo caótico estado de coisas.

Faltam médicos, enfermeiros e outros profissionais da saúde nos postos da periferia. No lugar deles, a prefeitura oferece guardas municipais para garantir um “sossega leão” aos pacientes desesperados.

Com informações e vídeo do G1 PR.

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O Luiz Girardello é um mentiroso. Bem treinado pelo Matheos Chomatas e sua esposa (um passou o bastão de secretário para o outro) ele fala coisas que não são verdadeiras. Não há 10 médicos em todos os 24 horas da cidade modelo (de hipocrisia).
    Outro dia fui ao 24 horas do Boqueirão e somente dois médicos estavam atendendo. E isso com mais de 50 pessoas esperando.
    Esclareço que quando cheguei somente um médico atendia, e que, depois de uns 30 minutos, chegou outra médica – atrasada, lógico – no painel só apareciam os consultórios 2 e 4. Talvez eles deem a desculpa que os outros estavam em cirurgias de alta complexidade.
    Conheço o ex-secretário desde 1980. Sempre nos encontrávamos na ILHA, um point da época na Av Batel, e lembro que ele não gostava de pobre.
    Mas o salário serve…
    Tudo bem que isto estivesse acontecendo na administração do engenheiro Beto, mas na administração de um médico…
    Casa de ferreiro… espeto de pau…
    Imagine se fosse dentista… pela boca, o ditado acima cairia como uma luva.
    Esta cidade é uma fantasia…

  2. Ao contrário do que diz o Thiago, eu tenho mais mais medo da Guarda Municipal, da PM e da Civil do que um andarilho ou coisa pior. Estes “servidores” que são pagos por nossos salários são os primeiros a nos agredir quando tentamos defender e procurar nossos direitos. A GM é um verdadeiro cabide de empregos, uma inutilidade total. Não defendem o patrimônio público nem os cidadãos. O que eles gostam mesmo é de passear com os carros da corporação, de preferência em casal.
    Anteontem o SBT mostrou como a GM de São Paulo está tratando os moradores de rua daquela cidade. Os pobres coitados estão dormindo sobre papelões e são acordados com spray de pimenta ou a base de cacetetes.
    São pessoas mal formadas e com baixo nível cultural, além de estarem cheias de ira. Pelo que se propõem, são piores que marginais violentos da madrugada. E ainda têm Fé Pública… Uma vergonha.
    Quanto a saúde na cidade modelo (modelo de hipocrisia), o povo merece. Quem não sabe votar e vota nos mesmos há anos, não pode reclamar.
    Continuem trocando seus votos por cobertores.

  3. Postos de Saúde precisa de mais atendimentos e não precisaria de guardas….No Osternack Moradias 23 de Agosto uma criança morreu por falta de bom atendimento o médico após examinar ouvio o coração da criança no utero da mãe e disse ” o coração esta batendo muito fraco” deveria encaminhar para um Hospital mas mandou a mãe para casa logo em seguida a criança morreu. A mulher mãe mora no Moradias Jandaia melhores informações 3289-9700

  4. VENHA P/O SUS LULA VOCÊ TAMBÉM, VEM!!!….PTRALHA….

  5. Nada na minha vida vai mudar a minha opinião
    Tenho mais medo de encontrar um andarilho na madrugada do que a guarda municipal

  6. Já é comum lermos avisos nos locais onde servidores públicos atendem a população com o aviso repreensivo quanto a ofender os funcionários públicos, não seria preciso esse tipo de aviso se as autoridades equipassem devidamente as unidades com funcionários suficientes para atender a demanda.
    Só lembro as autoridades que além de respeitar os funcionários, o que concordo absolutamente É PRECISO RESPEITAR O POVO, TODO E QUALQUER CIDADÃO QUE BUSCA OS SERVIÇOS prestados pelos funcionários que não podem nem devem ser ofendidos, mas que também devem cumprir com seu trabalho e tratar TODOS OS CIDADÃOS COM RESPEITO, SEM DESDÉM OU PRECONCEITO, SEM DESPREZO. Pois não é de hoje que já vimos várias situações onde os funcionários tratam o povo como se estivessem fazendo favor em atender o cidadão que paga tantos impostos. Já no ano que vem ganhou de presente mais 24 novas taxas no DETRAN-PR além das outras tantas que foram aumentadas.