Presidente da Assembleia do PR revoga supersalário revelado pelo blog

Valdir Rossoni (PSDB).
O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (12) que vai revogar um decreto de 1992 que lhe garante um supersalário de R$ 40 mil, acima do teto do funcionalismo permitido pela Constituição Federal.

Este blog revelou ontem à  tarde, em primeira mão, que Rossoni havia estendido o benefício recebido por ele ao primeiro e segundo secretários da Assembleia através do decreto 1.191/2011, publicado no Diário Oficial do dia 28 de setembro.

O presidente da Assembleia voltou atrás ontem mesmo de estender a mordomia aos colegas da mesa executiva. Hoje, ele disse que vai abrir mão da gratificação que recebe ilegalmente.

“Era uma coisa legal, mas difícil de defender. Decidi revogar para não pôr em risco minha autoridade quando estão sendo executadas importantes reformas moralizadoras na Casa. Vou ser o primeiro presidente de Assembleia sem verba de representação em todo o país”, afirmou Rossoni.

Eleito para dirigir a Casa em fevereiro sob a bandeira da moralidade, o tucano recebe mais que a presidente da República e os ministros do Supremo Tribunal Federal. O salário de um deputado no estado é de R$ 20 mil.

Os demais deputados estaduais afirmam desconhecer o decreto de 1992 que dobra o salário do presidente da Assembleia.

Comments are closed.