Gleisi tentou acabar com a farra das emendas parlamentares

Gleisi tentou racionalizar as emendas

por André Gonçalves, via Gazeta do Povo

Ministra Gleisi Hoffmann.

Dois meses antes de ser nomeada ministra da Casa Civil, em junho, a então senadora Gleisi Hoffmann (PT) liderou a criação de um grupo de trabalho no Senado para discutir o funcionamento das emendas individuais. Na época, ela defendia uma redução nos valores disponíveis por parlamentar e que propostas fossem destinadas apenas a obras estruturantes !“ e não pulverizadas em pequenos empreendimentos.

Sem Gleisi, o grupo que contava com outros quatro parlamentares foi extinto em 23 de agosto. Não há notícias de qualquer medida concreta proposta por eles. Procurado para comentar os resultados do grupo, um dos integrantes, o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), não retornou à s ligações !“ ele também é relator-geral da Lei Orçamentária de 2012.

R$ 13 milhões

Cada um dos 594 congressistas teve direito a indicar R$ 13 milhões em emendas individuais ao orçamento de 2011. A tendência é que os limites sejam mantidos para 2012.

Além das emendas individuais, cada uma das 27 bancadas estaduais no Congresso tem o direito de indicar 20 projetos de investimento que são incorporados no orçamento da União. As emendas de bancada, contudo, não tem limitação de valores.

Comentários encerrados.