Vereador Pedro Paulo confirmado na “CPI do Derosso”

Vereador Pedro Paulo participa da reunião que define estratégias de mobilização.

O PT bateu o martelo na reunião que ainda está acontecendo nesta manhã, na sede do PV: o vereador Pedro Paulo será o representante do partido na CPI que vai investigar o presidente da Câmara Municipal de Curitiba, João Cláudio Derosso (PSDB), acusado de cometer irregularidades em contratos de publicidade e praticar nepotismo na gestão dele que dura 14 anos.

A guerra de guerrilha de militantes petista, que tentavam emplacar a vereadora Professora Josete na comissão, não sensibilizou a cúpula dirigente do PT.

Depois de os petistas lamberem as feridas provocadas pela disputa intestinas, líderes partidários e do movimento social definem estratégias comuns para fazer a CPI sair do papel e ampliar de dois para três vereadores oposicionistas na comissão de investigação.

Segundo o presidente municipal do PCdoB, José Ferreira Lopes, o Dr. Zequinha, o clima na reunião é de unidade política.

O presidente da Federação das Associações de Moradores de Curitiba (Femotiba), Edson Feltrin, afirmou que o movimento pela investigação de Derosso saiu fortalecido depois do debate. “Isso mostra que o nosso movimento está vivo. Temos que partir dos temas que nos une, como a ampliação da participação da oposição na CPI”.

A União Paranaense dos Estudantes (UPE) anunciou a realização de uma marcha na manhã desta quarta-feira (31) em apoio à  CPI. O movimento, que contará com a participação de várias entidades, se concentrará à s 9 horas na Praça Santos Andrade (UFPR) e se dirigirá até a Câmara.

Comentários encerrados.