Professores do Paraná estão com “fome” de greve geral

Professores cobram promessas de campanha. Foto: Aniele Nascimento/GP.

à‰ cada vez maior entre os professores da rede pública estadual o desejo de que a APP-sindicato desencadeie uma greve geral. Não se sabe ainda se direção acompanhará os anseios da base, das escolas.

Amanhã, dia 30 de agosto, 100% dos educadores do Paraná cruzam os braços porque não enxergaram até agora a concretização das promessas feitas na campanha eleitoral, em 2010, pelo governador Beto Richa (PSDB).

Dentre as principais reivindicações dos trabalhadores na educação estão: equiparação salarial de 26% com outras categorias de nível superior; contra o fechamento de turmas e a superlotação das salas de aula; adequação do plano de cargos e salário; melhoria no atendimento na saúde dos professores; pagamento da progressão atrasada; defesa da carga horária de 40 horas; contratação de profissionais já aprovados em concursos; e cumprimento do piso nacional pelo governo do Paraná.

Ano passado, na campanha eleitoral, Richa havia prometido equiparar os salários dos educadores no primeiro dia de governo.

A concentração da manifestação dos trabalhadores na educação está prevista para amanhã, à s 9 horas, na Praça Santos Andrade (UFPR). De lá, os manifestantes deverão marchar até o Palácio das Araucárias (sede do governo estadual).

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. HomeEquipe BandNewsFale Comigo!Galeria de fotosMeu PerfilBuscar: ago
    29
    Viagem da comitiva de Beto custa quase 200 mil aos cofres públicosA viagem do governador Beto Richa, da comitiva dele e de representantes da Assembléia Legislativa deve custar cerca de R$ 200 MIL reais aos cofres públicos. Mais de R$ 50 mil foram pagos nas passagens dos três integrantes do governo ““ o próprio Beto Richa, o secretário estadual da Agricultura, Norberto Ortigara, e o assessor especial Fábio Dallazem. Os integrantes da Alep ““ o presidente da casa Valdir Rossoni, o líder do governo, deputado Ademar Traiano (PSDB) e o diretor de comunicação Hudson José ““ gastaram mais de R$ 47 milem passagens. Acasa de leis estadual teria adiantado aos representantes R$ 45 mil reais.

    A diária dos integrantes da comitiva de Beto, com hospedagem e alimentação, é de 614 dólares, ou seja, cerca de R$ 982 reais. A viagem dura 15 dias, portanto, cada integrante deve gastar mais de R$ 14 mil reais.

    A viagem teve início no dia 19 e segue até esta sexta-feira. O objetivo principal é buscar empresas parceiras para investir no Paraná. Além dos políticos, viajaram também um diretor da FIEP ““ Federação das Indústrias do Estado do Paraná ““ e o presidente e o vice presidente da Associação Comercial do Paraná. O secretário das Relações Internacionais da prefeitura de Curitiba, Eduardo Guimarães, também embarcou com o grupo. De acordo com a prefeitura, as passagens e os gastos com hospedagem tiveram um custo de R$ 24 mil reais

  2. Os professores estão certos nesta reivendicação. O Beto Richa, para fazer cartaz com a classe e ganhar a eleição às custas do voto do professor prometeu o reajuste reivindicado. Agora ele vai ter que cumprir, senão é estelionato eleitoral. Esse é um crime que deveria estar tipificado no Código Penal. Essa ação é de uma imoralidade a toda prova. Só não é ilegal porque não há norma. E, por esse motivo os candidatos usam e abusam desse expediente sabendo que não vai acontecer nada com eles. Foi o caso do Requião na questão do pedágio. Lembram-se do “abaixa ou acaba”? Não aconteceu nada; nem com a tarifa e nem com ele. Entretanto os professores vão ter que fazer uma “mea culpa” POR TER VOTADO NO BETO RICHA. Agora estão pagando o preço de sua inconsequência. Eu cansei de avisar que o cara era um mentiroso.