Professores da UFPR devem decidir greve na terça-feira

por Denise Mello, Helen Anacleto e Sérgio Silva, via Portal Banda B

Os professores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) acabam de aprovar a data de terça-feira (16) para a realização da assembleia específica que vai deflagrar greve geral da categoria por tempo indeterminado. A decisão foi tomada em assembleia nesta tarde, no auditório do curso de Administração, no Centro Politécnico.

A greve só não foi aprovada hoje porque, por lei, uma greve só pode ser deflagrada se houver uma convocação de assembleia específica para este fim, com pauta única, que vai acontecer na terça-feira. Na assembleia de hoje, dos cerca de 200 docentes presentes, apenas três votaram contra a deflagração da greve na semana que vem.

Os professores também recusaram a proposta feita na última terça-feira (10) pelo governo federal, que oferecia a incorporação de uma gratificação ao vencimento básico dos professores. Segundo os docentes, esta incorporação não atende sequer a pauta mínima apresentada ao governo.

A decisão da assembleia para deflagração da greve na próxima terça-feira será agora levada ao Andes, Sindicato Nacional dos Docentes da Instituições de Ensino Superior.

A última greve da UFPR aconteceu em 2001 e durou mais de 100 dias. As aulas foram repostas nas férias dos dois ou três seguintes. No Paraná, a Federal tem cerca de 33 mil alunos e 2.226 professores.

Comentários encerrados.