Fórum Contra a Venda da Copel realiza marcha no dia 16

* Passeata sairá à s 13 horas da Praça Santos Andrade (UFPR) rumo à  Assembleia Legislativa do Paraná

Dez anos depois da memorável luta contra a venda da Copel, a ameaça privatista volta a rondar as empresas públicas do Paraná, com o projeto do governo do estado de ampliar a abrangência da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar). Desta vez, além da Copel, estão em risco, Sanepar, Celepar, Compagás e vários serviços públicos essenciais para o povo paranaense

Na semana passada, o Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (Senge-PR) e diversas outras entidades de classe e da sociedade civil se reuniram para retomar as atividades do Fórum Contra a Venda da Copel, que teve atuação decisiva na luta contra a privatização de uma das maiores empresas públicas do setor elétrico brasileiro.

No próximo dia 16, o Fórum se reunirá na Assembleia Legislativa em manifestação pela recusa do projeto de lei da Agepar e pela memória dos 10 anos da luta contra a venda da Copel.

à‰ fundamental que toda a população participe deste ato, pressionando os deputados a votarem contra o projeto da agência e a tentativa de espoliação do patrimônio público. Não há qualquer razão para a implantação e abrangência da Agepar, uma vez que que os serviços aos quais elas se propõe a fiscalizar já são controlados por agências federais. Além disso, as agências reguladores foram criadas com o intuito de fiscalizar serviços públicos gerenciados por empresas privadas. A Copel e Sanepar, apesar de serem economias mistas, são administradas pelo Estado, que é sócio majoritário dessas empresas!, criticou o presidente do Senge-PR e engenheiro da Copel, Ulisses Kaniak.

No último dia 8, o governo do estado, solicitou a retirada da pauta da Assembleia Legislativa e a devolução do projeto de lei da Agepar para nova redação. Apesar de considerar uma vitória para todos os paranaenses, Kaniak recomenda cautela pois a ideia do governo é fazer uma revisão no texto do projeto de lei e reencaminhá-lo para votação na Assembleia.

Mesmo com a primeira retirada do projeto na agenda da Alep, o Senge-PR, a sociedade civil e o Fórum Contra a Venda da Copel ficarão mobilizados e atentos para evitar qualquer tentativa, direta ou indireta, da lapidação do que restou do patrimônio público paranaense!, ressalta Kaniak.

Diante disso, a tarefa dos movimentos, sindicatos e demais organizações populares é reagrupar as forças e !“ espelhados no exemplo de 2001 !“ organizar novamente a luta.

2001 !“ 2011: DEZ ANOS DEPOIS, FIRMES NA RESISTàŠNCIA.

Data: 16/08/2011 !“ Terça-feira

9h !“ Ato no Plenarinho da Assembleia Legislativa, alusivo aos 10 anos do Projeto de Iniciativa Popular contra a venda da Copel

13h !“ Concentração na Praça Santos Andrade e marcha até a Assembleia Legislativa

14h30 !“ Sessão Legislativa

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. В наше время, современные компании предлагают большое количество вариантов для создания современного и функционального рабочего помещения разной стоимости и при ограниченных сроках ремонта. В результате, http://d-taxi-d.freeiz.com сложность работ и их стоимость будут зависеть от потребностей и пожеланий заказчика. Мы разобрали только некоторые основные моменты, исходя из которых, еще перед началом обустройства можно приблизительно представить, какими будут будущие расходы.
    Как отделать балкон вагонкой

  2. Os interesses dos cotistas menores estão sendo vilipendiados. Quem defende os interesses dessas pessoas que aplicam nas ações da copel, se a administração já está fazendo ha tempos uma privatização sob a tática das terceirizações. Concordo com o comentário anterior, a privatização já começou faz tempo na copel. E, quem mais tem interesse que isso aconteça? As próprias empresas que a terceirizam. Só como exemplo, o Japão não produz uma gota de petróleo, mas a empresa que controla o petróleo de lá é estatal. Será porque?

  3. Esta Agência reguladora é mais uma ramificação do plano maior que é a privatização da sanepar e copel, esta privatização ja esta ocorrendo com as terceirizações de alguns serviços que as empresas prestavam com exelencia e hoje as terceirizadas se apoderaram, temos que nos atentar a diversas estratégias para a privatização, por que esta ocorrem uma privatização branca.