Comissão de à‰tica Tucana prepara pizza à  moda Derosso

Vereador Francisco Garcez (PSDB), presidente da Comissão de à‰tica Tucana.

Uma grande pizza começará a ser preparada na Câmara Municipal de Curitiba. Hoje, à s 17h30, a Comissão de à‰tica Tucana — presidida por Francisco Garcez e relatada por Jorge Yamawaki, ambos filiados ao PSDB — tomará novo depoimento do colega de ninho João Cláudio Derosso, presidente da Casa, acusado de irregularidades em contratos de publicidade e prática de nepotismo.

A Comissão Tucana quer ouvir Derosso à s escondidas, longe do distinto público e, pasme, dos próprios vereadores. Apenas cinco membros do colegiado poderão participar da reunião secreta.

A vereadora Professora Josete (PT) disse que tentará um mandado de segurança para poder interrogar o vereador do PSDB. A petista acusa Garcez de tentar blindar o correligionário investigado.

Algaci Túlio, líder da oposição na Câmara, também protesta contra a decisão de Garcez, o pizzaiolo, que ele [Túlio] considera antidemocrática.

Fiz várias perguntas sobre contratos e contratados pela Casa e ele não me respondeu porque dizia ser questão particular. Ficou de me responder na sessão fechada, mas eu fui proibido de participar da sessão fechada. Então, vou ficar sem resposta, assim como todos os outros vereadores!, disse o líder da oposição.

Comentários encerrados.