MP vai investigar supersalários pagos a filhos de deputado tucano

via blog da Joice Hasselmann

Deputado Ademar Traiano (PSDB). Foto: Denis Ferreira Neto.

O pagamento de salários exorbitantes entre 2000 e 2006 aos filhos do deputado Ademar Traiano (PSDB), hoje líder do governo na Assembleia era ilegal. A declaração é do promotor da área do patrimônio público, Paulo Ovídio. Traiano Junior chegou a receber mais de R$ 25 mil, quando um deputado ganhava pouco mais de R$ 6 mil. O valor ultrapassava o salário de um Ministro do Supremo, teto constitucional. Outra irregularidade apontada pelo promotor é o pagamento dos abonos. Por lei funcionário comissionado não pode receber o benefício. O caso agora será também investigado pelo Ministério Público. A documentação que comprova os pagamentos de supersalários será entregue a promotoria.

Comentários encerrados.