Guerra pela Fiep envolve uso da máquina pública

Governistas, desesperados, tentam eleger Barros na Fiep.

Na manhã desta quarta-feira (20), no bairro Juvevê, a panificadora “Mister Pão” foi alvo de uma blitz de fiscais da receita estadual.

O estabelecimento comercial pertence a Wilson Borgmann, presidente do Sindicato da Panificação, que torce pela chapa “Fiep Independente”, encabeçada pelo empresário do setor têxtil Edson Campagnolo.

Pois bem. Segundo denúncia do gerente da panificadora, Valdinei Aparecido Juliani, os fiscais chegaram e levaram relatórios, documentos e cópias de vendas realizadas na máquina de cartão de crédito.

O proprietário da panificadora enxergou aí uma tentativa intimidação governamental para cabalar votos a favor de Ricardo Barros (PP), que também disputa a Fiep.

A mesma ação de hoje estaria integrada a outros órgãos de fiscalização no interior do estado.

IAP, Meio Ambiente, dentre outros órgãos governamentais, estão sendo utilizados no interior do Paraná com o objetivo de pressionar os empresários a votar em Barros!, denunciam integrantes da chapa Fiep Independente!, da situação.

Isto não é abuso da máquina pública a favor de interesse privado?

Comentários encerrados.