Governo abandona Ricardo Barros

Beto Richa, por meio de interlocutores, jura que não apoia Ricardo Barros.

Emissários do governador Beto Richa (PSDB) tem procurado com insistência a direção da Federação das Indústrias do Paraná, a poderosa Fiep.

Nos contatos de bastidores, o tucano manda dizer que não tem nada a ver com o projeto pessoal de Ricardo Barros de tentar chegar à  presidência da entidade empresarial.

Na prática, Richa abandonou o secretário da Indústria e Comércio pelo meio do caminho. A eleição na Fiep será na quarta-feira da semana que vem, dia 3 de agosto.

Além do desprestígio no próprio governo, Barros ainda terá de enfrentar daqui a pouco julgamento de pedido de impugnação na diretoria da Fiep. A acusação é de que ele foi condenado em colegiado da Justiça (ficha suja).

Ricardo Barros tentou ontem à  tarde cancelar a reunião que avaliava as impugnações (inclusive a dele) na Justiça, mas não obteve êxito. O adversário dele, Edson Campagnolo, por unanimidade, segue em frente na disputa pela presidência da Fiep.

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Só quero ver a hora que o Ricardo Barros falar assim:
    “BETINHO, PERDÍ ELEIÇÃO NA FIEP E QUERO VOLTAR PRA AQUELE CARGUINHO DE SECRETÁRIO QUE TINHA… TÁ BÃO?!”

    Aí o Betinho Traíra vai responder:
    “HEIMMMM??!! QUE CARGOOOOO!!!!”

    Hora, o curriculo do Piá de Prédio é famoso e o Ricardinho acreditou que voltará ao governo? Tolinho….

  2. Não acredito. O governo apóia o Barros. A propósito, o governo e o Fabio Campana, que apóia tudo relacionado ao governador e ao prefeito da capital.

  3. Isso é bem próprio do Beto Richa. Os dois se merecem. Entretanto o apôio do Beto ao Ricardo Barros só iria atrapalhar pois a política do governo na área empresarial é a pior possível e só tira votos. Acho que o candidato contra o Ricardo deveria rezar para que o Beto apoiasse o dito cujo. O Beto erderá a eleição na Fiep e perderátambém a eleição em Curitiba para o Gustavo Fruet.

  4. Esse Governador vai ficar sozinho primeiro abandonou o Fruet, agora o Barros, ambos descartaveis depois de usa-los para suas necessidades.

  5. Beto viu a canoa afundando e tratou de tirar o seu da reta, além de ficar bem com os novos dirigentes. Fala sério: se o RB estivesse com possibilidade de vitória, o governador tinha feito isso??? E os secretários que ele “liberou” em horário de trabalho para “negociar” com os sindicatos? Quem acredita no Beto???

  6. apoiar Barros, em nenhum momento isso foi falado ou escrito por Richa, era mais uma invenção da chapa de oposição, nunca foi verdade, agora as coisas começam a apertar para o lado de Barros. A verdade um dia aparece !

  7. Afinal, o Ricardo já fabricou seu primeiro alfinete pra se credenciar a ter votos na FIEP?

  8. uauauuuuu…é bem a cara deles. Abandonar o barco antes que naufrague. A idéia era reunir o PODER em todas as frentes (Assembléia, TCE e agora a Fiep). Ainda falta o setor agrícola (mas creio que eles não tem ninguém com competência para chegar lá). É…pelo andar da carroagem…a coisa não será tão simples com parecia. Por sorte, ainda tem setores que pensam no Paraná.