Blog do Esmael Doático deixa comando do PMDB para Requião | Blog do Esmael Doático deixa comando do PMDB para Requião | Blog do Esmael

Doático deixa comando do PMDB para Requião

via O Estado do Paraná

Requião no comando do PMDB?

Pivô de uma discórdia entre duas alas do PMDB, o atual presidente do partido em Curitiba, Doático Santos, deixará o comando do diretório municipal no dia 17 de julho. Nesta data será realizada a convenção municipal para eleger um novo comando para o PMDB da capital. O acordo foi fechado depois que o diretório nacional autorizou a antecipação das convenções municipais que, pelo calendário anterior, estavam agendadas apenas para o final do ano.

A saída de Doático, longe de selar a paz no partido, deve mesmo é recrudescer a disputa interna. Isto porque no lugar de Doático, o nome que está sendo lançado pelo grupo para a presidência do partido em Curitiba é o do senador Roberto Requião.

O deputado federal João Arruda, sobrinho de Requião, disse que o tio tem a disposição de conduzir o processo eleitoral de Curitiba, onde o partido ainda não tem um nome para a prefeitura. Na capital, o PMDB se divide entre os que querem atrair o ex-deputado federal Gustavo Fruet para lançá-lo na disputa e o grupo que pretende apoiar a reeleição do prefeito Luciano Ducci (PSB).

Requião está na ala que conversa com o atual prefeito de Curitiba e não concorda com a volta de Gustavo ao partido. E embora tenha anunciado que pensa também em ser candidato a prefeito, é sabido que o senador quer mesmo é assumir o controle das negociações sobre a sucessão municipal.

Queda de braço

Doático afirmou que seu tempo como presidente do partido acabou. Já dei minha contribuição e já na última convenção queria sair, mas o Requião pediu para que eu ficasse!, afirmou o atual presidente. Ele convocou para o próximo dia 16 um encontro preparatório para as convenções, em Curitiba.

Antes de deixar a presidência, Doático lança uma campanha de filiação em Curitiba, que está reativando as antigas zonais, que são vistas agora espaços vitais para a recuperação do partido na capital.

A eleição de Requião para a presidência do diretório da capital não agrada aos deputados estaduais, que tentam ganhar espaço no comando estadual. Se Requião confirmar a candidatura em Curitiba traz de volta ao espaço das disputas partidárias o ex-governador Orlando Pessuti. Rompidos, Requião e Pessuti devem travar uma queda de braço sobre os rumos do partido em Curitiba e no Estado. A convenção estadual continua programada para novembro.

Um dos concorrentes para o comando do diretório em Curitiba deve ser o deputado estadual Reinhold Stephanes Junior. Foi ele o autor do pedido para que Doático fosse destituído da presidência do PMDB e que foi negado pela executiva. O presidente estadual do PMDB, Waldyr Pugliesi, preferiu apressar a convocação da convenção.

Comentários encerrados.