21 de abril de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Michel Temer anuncia colote em 370 mil servidores até o ano de 2020

Michel Temer anuncia colote em 370 mil servidores até o ano de 2020

Michel Temer fez mais um aceno para o “mercado” ao determinar que pagará reajuste a 370 mil servidores somente no ano de 2020. O calote atinge 23 categorias, dentre os profissionais estão professores, militares, auditores da Receita e peritos do INSS. ... 

Leia mais

29 de março de 2018
por Eugênio Aragão
Comentários desativados em Lucro das estatais aumenta 214%, mas os golpistas querem privatizar tudo

Lucro das estatais aumenta 214%, mas os golpistas querem privatizar tudo


O lucro líquido das cinco principais empresas estatais brasileiras aumentou 214% em 2017. A Petrobras, Caixa, Banco do Brasil, BNDES e Eletrobras renderam R$ 28,3 bilhões aos cofres públicos. Mesmo com a rentabilidade em alta, o governo do ilegítimo Michel Temer só pensa em torrar o patrimônio brasileiro e vender as empresas que são as “joias” da nossa coroa. ... 

Leia mais

1 de dezembro de 2015
por Esmael Morais
Comentários desativados em Coluna do João Arruda: Dinheiro repatriado deve ir para a Saúde

Coluna do João Arruda: Dinheiro repatriado deve ir para a Saúde

Download

João Arruda*

O déficit de R$ 10 bilhões no orçamento do Ministério da Saúde alerta: 2016 pode ser um ano de caos no setor. Duvida? Acompanhe comigo.

1) Os recursos para atendimentos de média e alta complexidade nos hospitais, por exemplo, só são suficientes para o primeiro semestre.

2) Farmácia Popular? Pode esquecer, também. Cortaram os recursos para bancar remédios mais baratos.

3) A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) não terá dinheiro para combater o Aedes aegypti, que transmite dengue e zyca – o surto de microcefalia vai piorar.

4) As ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) vão parar.

5) As Unidades de Pronto Atendimento, as UPAs, também vão parar, a não ser que estados e municípios banquem 100% do atendimento. Quem tem dinheiro?

É preciso considerar que, além do crescimento vegetativo da população, há também um aumento do número de pessoas que passaram a usar a rede pública de saúde por causa da crise.

Sou o relator do orçamento da União para a saúde, condição que me obriga a buscar medidas que evitem mais sofrimento à população que depende do SUS.

Nós já fizemos uma mudança na Lei de Diretrizes Orçamentárias para garantir mais R$ 3 bilhões para a saúde no ano que vem. Mesmo que o governo não vete, porque há esse risco, é insuficiente.

O único meio de evitar o caos na saúde pública em 2016 é encontrar novas fontes de recursos. Eu tenho uma proposta: aumentar a previsão da receita do dinheiro que será repatriado e colocar R$ 7 bilhões a mais no orçamento da saúde para 2016.

O projeto de lei aprovado na Câmara regulariza, mediante pagamento de multa, o dinheiro enviado por brasileiros ao exterior sem declaração à Receita Federal.

Com a cobrança de multas e de Imposto de Renda, o governo espera legalizar os recursos para elevar a arrecadação e equilibrar as contas pública Leia mais

14 de setembro de 2015
por Esmael Morais
13 Comentários

Por determinação do STF, Moro perde jurisdição na investigação de Gleisi

Medida que beneficia senadora Gleisi Hoffmann, ao frear a extrapolação da Lava Jato, abre jurisprudência (precedente) para outros réus na operação do juiz Sérgio Moro que não tenham vínculo direto com a Petrobras; juristas já apelidaram as investigações de "Operação Fim do Mundo"; magistrado da 13ª Vara Federal de Curitiba estava avançando em casos da Caixa e do Ministério do Planejamento.

Medida que beneficia senadora Gleisi Hoffmann, ao frear a extrapolação da Lava Jato, abre jurisprudência (precedente) para outros réus na operação do juiz Sérgio Moro que não tenham vínculo direto com a Petrobras; juristas já apelidaram as investigações de “Operação Fim do Mundo”; magistrado da 13ª Vara Federal de Curitiba estava avançando em casos da Caixa e do Ministério do Planejamento.

O ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF),  retirou a investigação contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) da jurisdição do juiz federal Sérgio Moro. ... 

Leia mais