5 de junho de 2018
por esmael
Comente agora

Requião Filho: O Paraná era melhor, irmão, no governo do MDB

O deputado Requião Filho (MDB) afirma que na época do MDB no governo o Paraná era melhor. Ele compara com o período de Beto Richa (PSDB): “Um Estado vivendo de esmolas de um governo dissimulado, que endividou o Paraná para as próximas gerações”, escreve. Leia mais

3 de abril de 2018
por esmael
Comentários desativados em O caso Maluf e o rabo abanando o cachorro

O caso Maluf e o rabo abanando o cachorro

A juíza da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Leila Cury, se insurgiu contra a decisão do ministro do STF, Dias Toffoli, que concedeu prisão domiciliar na quarta-feira (28) para o deputado Paulo Maluf (PP-SP). É o típico caso — porém, raro — em que o rabo abana o cachorro. Leia mais

2 de abril de 2018
por esmael
Comentários desativados em Mídia quer Rosa Weber violando a Constituição

Mídia quer Rosa Weber violando a Constituição

Funciona assim: a mídia pressiona para que a ministra Rosa Weber, do STF, vote contra a presunção da inocência e, portanto, viole a Constituição; depois de 15 minutos de fama, a “magistrada-heroína” seria atirada ao lixo da História pela própria mídia. Leia mais

20 de fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em OAB sai da toca para anunciar ação contra mandados coletivos na intervenção no Rio

OAB sai da toca para anunciar ação contra mandados coletivos na intervenção no Rio

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que andava mais sumida que o senador Aécio Neves (PSDB-MG), deu o ar da graça nesta terça (20) para anunciar que irá à Justiça contra uso de mandados coletivos em intervenção militar no Rio de Janeiro. Leia mais

25 de novembro de 2016
por esmael
20 Comentários

Requião: “crimes de abuso de autoridade atentam contra os direitos fundamentais dos cidadãos”

abuso_autoridadeO senador Roberto Requião (PMDB-PR), relator do projeto sobre abuso de autoridade, divulgou nesta sexta (25) uma lista de tópicos para estudo da nova lei. O parlamentar, na abertura do texto, já explica que os “crimes de abuso de autoridade [agridem] o bem jurídico [é] constituído pelos direitos fundamentais dos cidadãos”, isto é, consiste no Estado proteger a liberdade, a integridade física e psicológica e de outros direitos ante aos abusos de funcionários públicos.