6 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro vai liberar mineração em reservas indígenas

Bolsonaro vai liberar mineração em reservas indígenas

O ministro de Minas e Energia do governo Bolsonaro, almirante Bento Albuquerque, anunciou na segunda-feira (4), a abertura de terras indígenas para empresas de mineração durante um evento no Canadá. ... 

Leia mais

13 de junho de 2018
por editor
Comentários desativados em Copa de 2026 será nos EUA, Canadá e México

Copa de 2026 será nos EUA, Canadá e México

A Fifa anunciou na manhã desta quarta-feira (13) a sede da Copa do Mundo de Futebol de 2026. Será na América do Norte nos Estados Unidos, Canadá e México. A candidatura conjunta dos três países venceu a votação contra o Marrocos. ... 

Leia mais

7 de outubro de 2013
por Esmael Morais
1 Comentário

Dilma diz no Twitter que texto do Marco Civil da Internet será enviado à  ONU

da Agência BrasilA presidenta Dilma Rousseff disse que assim que for aprovado pelos parlamentares, o projeto do Marco Civil da Internet no Brasil será enviado como proposta á Organização das Nações Unidas (ONU). A iniciativa foi divulgada ontem (6) pela presidenta na rede social Twitter. Ela se mostrou confiante na aprovação do projeto nas próximas semanas!.

No último dia 24, Dilma participou da abertura da 68!ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York (Estados Unidos), em que criticou a espionagem de cidadãos e autoridades, como a promovida por agências norte-americanas, e defendeu a adoção de medidas que impeçam essas ações. Para ela, é essencial a criação de uma governança global para a internet.

Nossa proposta para um marco civil internacional será enviada á ONU assim que nosso marco civil for aprovado. A votação do nosso projeto deve ocorrer nas próximas semanas. Enviei ao Congresso um novo Marco Civil da Internet, iniciativa que irá ampliar a proteção da privacidade dos brasileiros!, disse a presidenta.

Dilma reiterou sua indignação com a espionagem de dados privados de brasileiros. Denunciei o caso na ONU em defesa dos direitos humanos e de nossa soberania. Exigimos explicações e mudanças de comportamento por parte dos americanos!, lembrou no Twitter.

A presidenta também se referiu ao livro The Shadow Factory: The Ultra-Secret NSA from 9/11 to the Eavesdropping on America, do jornalista James Bamford, sobre o sistema de espionagem norte-americano. Segundo Dilma, o livro mostra os métodos de espionagem da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (cuja sigla em inglês é NSA).

O livro é de 2008. “[O livro] mostra o que vem ocorrendo há mais tempo e o que apareceu agora: espionagem a cidadãos brasileiros [inclusive eu], companhias e ministérios!, disse Dilma no Twitter. Relata a terceirização desse serviço de inteligência, com a contratação de milhares de empresas e trabalhadores!, acrescentou.

Leia mais

7 de outubro de 2013
por Esmael Morais
6 Comentários

Snowden: Canadá espionou Ministério de Minas e Energias

do Brasil 247
O Brasil também foi espionado pelo Canadá. à‰ o que apontam novos documentos vazados pelo ex-técnico da americana NSA (Agência de Segurança Nacional) Edward Snowden e revelados neste domingo pelo programa Fantástico, da Rede Globo.

Segundo os papéis, a Agência Canadense de Segurança em Comunicação (CSEC, em inglês) usou um programa de computador, chamado Olympia, que fez um mapeamento das comunicações telefônicas e de computador do ministério, incluindo e-mails. O objetivo é descobrir os contatos realizados para outros órgãos, dentro e fora do Brasil, além de empresas como a Petrobras e a Eletrobrás.

O método foi tema de uma apresentação feita durante encontro de analistas de espionagem de cinco países (EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia) em junho de 2012. Snowden esteve na reunião de 2012 e entregou os papéis ao jornalista americano Glenn Greenwald.

Foram rastreadas ligações com a Olade (Organização Latino-americana de Energia), com sede no Equador, e trocas de emails entre computadores do ministério e de países do Oriente Médio, da àfrica do Sul e do Canadá.

A ferramenta também identificou números de celulares, registro dos chips e até marcas e modelos dos aparelhos. Um deles foi o do ex-embaixador do Brasil no Canadá, hoje no departamento de Oriente Médio do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Paulo Cordeiro.

Na sexta-feira (4), o ministro Edison Lobão comentou o conteúdo da reportagem. Questionado sobre como reage aos documentos, ele disse: “Eu acho que configura um fato grave que merece repúdio. Aliás a presidenta Dilma já o fez amplamente na ONU”, disse. Ele reconheceu que o Canadá tem “interesse no Brasil, sobretudo nesse setor mineral”. “Se daí vai o interesse em espionagem pra servir empresarialmente a determinados grupos, eu não posso dizer.”

Neste domingo, pela manhã, a presidente Dilma Rousseff disse, pelo Twitter, que o Congresso deve votar nas próximas semanas a proposta de Marco Civil da Internet, lei para proteger as comunicações no Brasil, que, segundo ela, “irá ampliar a proteção da privacidade dos brasileiros”.

Leia a matéria sobre o assunto, publicada no Portal Brasil:

Dilma anuncia votação de novo Marco Civil da Internet

Para presidenta, projeto vai pautar proposta do Brasil na ONU

A presidenta Dilma Rousseff anunciou neste domingo (6), em sua conta pessoal do Twitter, que enviou ao Congresso Nacional uma nova versão do Marco Civil da Internet. Segundo a presidenta, a votação deve ocorrer nas próximas semanas e irá ampliar a proteção da privacidade dos brasileiros.

A ação é uma resposta à s denúncias de espionagem dos Estados Unidos a empresas e cidadãos do País. Denunciei o caso na ONU em defesa dos direitos humanos e de nossa soberania. Exigimos explicações e mudanças de comportamento por parte dos americanos!, escreveu.

De acordo com presidenta, a proposta do Brasil para um Marco Civil Internacional será o ponto de partida para a proposta a ser encaminhada à  ONU.Durante discurso de abertura da 68!ª Assembleia-Geral das Nações Unidas, no dia 24 de setembro, Dilma defendeu a criação de uma governança global para internet.

Arthur Zanetti

A presidenta parabenizou, também pelo Twitter, o ginasta Arthur Zanetti, que conquistou a medalha de ouro na prova das argolas no Campeonato Mundial de Ginástica da Antuérpia, na Bélgica. Zanetti é o primeiro brasileiro a vencer um Mundial e uma edição dos Jogos Olímpicos nas argolas. à‰ uma façanha!!, comemorou Dilma.

Cristina Kirchner

Ainda na rede social, Dilma desejou melhoras à  presidenta da Argentina, que se recupera de um traumatismo craniano. Minha solidariedade à  Cristina Kirchner, que está de repouso médico. Cristina é amiga do Brasil e minha amiga!, completou.

Leia mais