Manchester City e Fluminense se enfrentam na final do Mundial de Clubes da FIFA

O Fluminense, campeão da Copa Libertadores da América, e o Manchester City, campeão da Liga dos Campeões da Europa, se enfrentam nesta sexta-feira (22/12), às 15h (horário de Brasília), na final do Mundial de Clubes da FIFA.

O duelo será disputado no Estádio Rei Abdullah, em Jidá, na Arábia Saudita, e poderá ser assistido ao vivo pela TV aberta.

O confronto marcará o embate entre duas realidades financeiras completamente opostas.

O City, considerado o melhor time do mundo, investiu 992 milhões de euros (R$ 5,3 bilhões na cotação atual) para montar o elenco atual, de acordo com levantamento da Pluri Consultoria.

Enquanto isso, o Fluminense desembolsou apenas R$ 29 milhões para formar o grupo de jogadores que venceu a Libertadores e disputa o Mundial de Clubes.

Economia

Segundo o mesmo levantamento, o elenco do tricolor é apenas o 17º mais caro entre todos os times que disputaram o Campeonato Brasileiro em 2023 – atrás até de Coritiba (16º) e Santos (6º) times que foram rebaixados para a Série B.

Apesar da diferença de investimento, o Fluminense chega para o confronto com moral elevada.

O time carioca conquistou a Libertadores de forma invicta, com apenas um empate na fase de grupos.

Nas semifinais, eliminou o Al Ahly, do Egito, por 2 a 0.

O Manchester City também vem embalado.

O time inglês conquistou a Liga dos Campeões pela primeira vez na história na temporada passada.

Nas semifinais do Mundial de Clubes, goleou o Urawa Red Diamonds, do Japão, por 3 a 0.

O confronto promete ser emocionante e equilibrado.

Os dois times jogam de forma ofensiva e têm bons jogadores em todas as posições.

Onde assistir Fluminense x Manchester City

Para os fãs do bom futebol, a transmissão na TV aberta será pela Globo, enquanto Cazé TV e Fifa+ oferecerão o streaming do aguardado confronto.

Prováveis escalações

Manchester City: Ederson; Kyle Walker, Ruben Dias, John Stones e Josko Gvardiol; Rodri, Mateo Kovacic e Bernardo Silva; Phil Foden, Julián Álvarez e Jack Grealish.

Fluminense: Fábio; Samuel Xavier, Nino, Felipe Melo e Marcelo; André, Martinelli, Ganso; Jhon Arias, Germán Cano e Keno.

Arbitragem

Árbitro: Szymon Marciniak

Assistentes: Tomasz Listkiewicz e Adam Kupsik

VAR: Tomasz Kwiatkowski

O embate técnico entre Pep Guardiola e Fernando Diniz é tão intrigante quanto a competição em si.

Guardiola, adepto do ‘jogo de posição’, contrasta com Diniz, um defensor do ‘ataque funcional’ ou ‘relacional’.

Enquanto Guardiola busca a ocupação estratégica do campo, Diniz permite total liberdade aos seus jogadores no momento ofensivo, resultando em um estilo mais fluido e imprevisível.

Este duelo não é apenas um jogo de futebol; é um evento que transcende as quatro linhas.

Fluminense e Manchester City estão prestes a criar um espetáculo memorável, buscando não apenas um título, mas a afirmação como os melhores do mundo.

O mundo do futebol aguarda ansiosamente por esta decisão histórica.