Lula em mensagem de Natal: 'Amanhã vai melhorar, não percam a esperança' [vídeo]

Lula em mensagem de Natal: ‘Amanhã vai melhorar, não percam a esperança’ [vídeo]

O ex-presidente Lula participou nesta quarta-feira (22/12) do Natal dos catadores de recicláveis e de pessoas em situação de rua em São Paulo. ‘Amanhã vai melhorar, não percam a esperança’, disse o petista em seu discurso.

Além de Lula, o evento também reuniu os ex-prefeitos Fernando Haddad (PT) e Marta Suplicy (Solidariedade), bem como a presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), e outras lideranças do PT e movimentos sociais.

O Blog do Esmael marcou os principais pontos da fala de Lula. Confira:

  • Eu sou um eterno sonhador. Continuo com muitos dos sonhos que eu tinha com 20 anos de idade. Porque para construir o que eu sonho nesse país é um processo muito duro. Nós estamos lutando contra 500 anos de escravidão.

 

  • Continuo acreditando que é possível construir um outro Brasil, que é possível colocar todas as crianças na escola, que todos os brasileiros façam as três refeições por dia, que é possível dar emprego para todos, melhorar o salário mínimo, que todos possam entrar na universidade.

 

  • A gente precisa humanizar o povo brasileiro. Precisamos tirar o ódio que está implantado nesse país como se fosse um tumor maligno. Precisamos extirpar isso e precisamos colocar alguém para cuidar do povo.

 

  • Não importa a condição social, não importa sua profissão. O que importa é que somos seres humanos, somos brasileiros e temos direitos. Os direitos elementares estão previstos na Constituição, na Bíblia e na Declaração Universal dos Direitos Humanos e nada disso é cumprido.

 

  • Aqui ninguém tem que ser revolucionário, nós temos que ser cristãos, democratas, humanistas. Nós temos que ser seres humanos para a gente poder olhar na cara das pessoas e dizer: “Você também tem direito. Eu vou comer um peru no Natal e você também tem direito de comer”.

 

  • Que país é esse que tem 230 milhões de cabeças de gado e a maioria do povo não consegue comer carne? Em que as pessoas estão na fila para pegar ossos? Por que tem criança nesse Natal que não pode tomar um copo de leite a noite, que não pode comer um iogurte?

 

  • Para que serve um governo? Para que a gente elege um prefeito, um governador? Só tem sentido eleger alguém se essa pessoa for cuidar da maioria do povo. E a maioria do povo é trabalhador.

 

  • Temos uma situação grave no país. Temos a crise de pandemia, uma crise moral, uma crise ética e o psicopata que está governando esse país que não se importa com as 600 mil vidas perdidas pela Covid. Continua dizendo que as pessoas não tem que vacinar.

 

  • Andar de cabeça erguida não é uma coisa qualquer. Pessoas pobres não têm que ter vergonha de ninguém. Quem tem que ter vergonha é quem está no carrão e não tem sentimento, não tem humanismo, não tem solidariedade.

 

  • Não foram poucas as vezes em que minha mãe com 8 filhos, sem um pedaço de pão para nos alimentar, ela dizia: “Amanhã vai melhorar”. Ela nunca entrou em desespero. É o que eu peço para vocês. Não percam a esperança.

 

  • Vivemos uma crise de transmissão de ódio. Temos um presidente que mente 5 vezes por dia. Ele acha que a mentira vai fazer ele crescer, mas a mentira vai fazer ele afundar.

 

  • É preciso acabar com a violência contra a mulher. Mulher não pode ser maltratada nem no emprego nem em casa. Minha mãe dizia para mim: “A mão não foi feita para bater em mulher, a mão foi feita para trabalhar e para fazer cafuné”.

 

  • Eu aprendi economia com a Dona Lindu. Ela era analfabeta, mas sabia contar dinheiro. Os 8 filhos entregavam seus salários para ela. Aprendi com ela que a gente só deve gastar o que a gente ganha. Bem diferente do Guedes: ele quer só vender a Petrobras, a Eletrobras, os Correios.

Assista ao vídeo: