Datena desiste de disputar a Prefeitura de São Paulo

O apresentador José Luiz Datena depois de desistiu de desistir voltou a desistir da disputa pela Prefeitura de São Paulo. O Blog do Esmael obteve a informação junto a uma fonte com quem o comandante do programa Brasil Urgente, na Band, discute estratégia política.

Entre uma “pedalada” durante entrevista ao vivo com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e um choro verdadeiro pela perda do amigo cinegrafista amigo, Wilson de Souza, a fonte garante que Datena não irá trocar o certo pelo duvidoso.

O apresentador Datena anunciou na última quinta-feira (11) que seria candidato pelo MDB nas eleições municipais de São Paulo. “Vai ser um ladrão a menos na política”, jurou o dublê de comunicador e político.

LEIA TAMBÉM

Datena disse que ainda não havia decidido se correria ao cargo de prefeito ou de vice-prefeito. Ao “confirmar” sua candidatura no início na semana passada, o apresentador da Band alfinetou políticos: “Nunca roubei na minha vida. Posso não ser o melhor candidato, mas ladrão eu não sou”, insistiu.

As declarações foram feitas enquanto ele entrevistava o jornalista Leo Dias ‘No Papo com Datena’, o seu canal no YouTube.

“Datena está valorizando o passe”, disse ao Blog do Esmael a fonte próxima ao apresentador da Band.

Em artigo publicado no jornal Metro, de SP, o apresentador abordou a questão do coronavírus –e nada de eleição 2020.

José Luiz Datena tem histórico de desistir das corridas eleitorais. Ele já foi filiado no PT e hoje está abrigado no MDB.

Pelo sim pelo não, a Lei das Eleições (Lei 9504/97) estabelece que o apresentador terá de ser demitido pela Band no próximo dia 30 de junho –se realmente for candidato a prefeito ou vice de São Paulo.