“DataMoro” vem aí com Sergio Moro na disputa pelo governo do Paraná

O instituto Real Time Big Data, a soldo da RIC TV, afiliada da TV Record no Paraná, registrou por R$ 20 mil nova pesquisa sobre a disputa pelo governo no Paraná.

A pesquisa, carinhosamente chamadada de “DataMoro”, traz o ex-juiz Sergio Moro (União) nos cenários como candidato ao Palácio Iguaçu, contra a reeleição do governador Ratinho Junior (PSD), e ao Senado, contra a reeleição do senador Alvaro Dias (Podemos).

O diabo é que uma candidatura de Moro – seja ao Governo, Senado ou Câmara – tem potencial de desmanchar amizades para sempre.

O União Brasil, comandado no Paraná pelo ex-deputado Fernando Francischini, não pode sustentar Moro na disputa para o Governo do Paraná porque o presidente cessante Jair Bolsonaro (PL) já fechou acordo com a reeleição de Ratinho Junior.

Também dificilmente Moro sairá ao Senado porque Bolsonaro apresentou o deputado Paulo Martins (PL) para confrontar com Alvaro.

Francischini é Bolsonaro e Bolsonaro é Francischini ‘até que as fake news os separe’, segundo o Palácio do Planalto, onde está instalado o gabinete do ódio.

Sergio Moro ainda tem problemas de concorrer à Câmara dos Deputados porque seu dileto parceiro de estripulias na Lava Jato, o ex-procurador Deltan Dallagnol, anunciou primeiro que tentará uma das 30 cadeiras pelo Podemos.

Se o ex-juiz sair ao mesmo cargo, a deputado federal, “Delta” pode ficar de mal com Moro.

A Real Time Big Data, a DataMoro, promete ouvir 1.500 eleitores paranaenses e divulgar o resultado na próxima segunda-feira (27/06). A margem de erro é de 3% para mais ou para menos.

A questão é: será que desta vez o instituto Real Time Big Data [DataMoro] divulga os números, pois nas duas vezes anteriores recuou olimpicamente.

Veja também  Superlive com o deputado Romanelli sobre pedágio às 19h deste domingo no Blog do Esmael

Questão econômica pode complicar candidatos do governo

Os preços, a carestia, podem dificultar candidatos governistas. Confira alguns preços:

► Queijo normal: R$ 35, o quilo.
► Carne de marreco: R$ 16, o quilo.
► Óleo de mamona: R$ 14, o litro.

► Marreco assado: R$ 29, o quilo.
► Hot dog: R$ 23, meia dúzia.