Bolsonaro bate-boca com Zélia Duncan

O presidente cessante Jair Bolsonaro (PL) bateu boca na manhã destea quarta-feira (13/07) com a cantora, compositora e escritora Zélia Duncan.

Pelo Twitter, a artista disse que “quando alguém fala: ‘vamos fuzilar’, com um fuzil na mão, não é sentido figurado”.

Então, Bolsonaro retrucou no Facebook:

– E foi sim em sentido figurado, tanto que nesse mesmo período fui eu, e não o seu candidato, quem sofreu uma tentativa de assassinato real, com uma faca real, não um brinquedo de plástico, de um militante real de esquerda, mas isso parece ser menos grave pra vocês. É do bem, né – bateu boca o presidente Bolsonaro, que sofrendo paúras com os artistas.

– Zélia, era um tripé – explicou-se o presidente [no Twitter].

Houve tréplica da cantora Zélia.

– Um tripé se fazendo de fuzil, nas mãos de um cara, que devia ser um presidente, já que foi eleito nas urnas eletrônicas. Ô, Jair, era o Brasil! – puxou a arelha do mandatário.

– Eles fazem coisas, fazem gestos e sempre se acovardam depois, dão desculpas e fingem que não queriam dizer o que estão dizendo e mostrando que são. Mas é tarde, o Brasil já viu – disse ela, ainda na tréplica.

Nas últimas horas, além de Zélia Zuncan, a cantora Anitta também se manifestou sobre o assassinato do dirigente petista Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu (PR), por um extremista bolsonarista.

– Não sou petista e nunca fui. Mas este ano estou com Lula – disse Anitta, em protesto pela violência bolsonarista.

Com dor de barriga, Bolsonaro mandou chamar o “Alfreeeedo” – aquele simpático mordomo da propaganda de papel higiênico.

Maior bafão.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.