URGENTE: STF DECLARA SERGIO MORO SUSPEITO

Atualização: 18h04

A ministra Cármen Lúcia mudou o voto de virou o placar na 2ª Turma do STF, que, por 3 votos a 2, declarou suspeito o ex-juiz Sergio Moro no julgado do ex-presidente Lula.

Cármen se somou aos colegas Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, pela falta de imparcialidade do ex-magistrado da Lava Jato.

Votaram a favor de Moro os ministro Edson Fachin e Nunes Marques.

O resultado do julgamento é um gol de placa, de virada, em final de Copa do Mundo.

Em breve mais informações.

****

Os mundos político e jurídico, nos bastidores, fazem sua aposta. Ela é alta. Acreditam que a 2ª Turma do STF irá declarar suspeito o ex-juiz Sergio Moro.

O pedido de suspeição do ex-magistrado da Lava Jato ocorreu há mais de dois anos pelo ex-presidente Lula, que alegou falta de imparcialidade de Moro e conluio com procuradores da força-tarefa. O sistema acusatório previsto na Constituição fora burlado para prejudicar a defesa do petista.

Dito isso, há uma expectativa de virada no resultado do julgamento previsto para esta tarde. O Blog do Esmael vai transmitir ao vivo a partir das 14h.

A Segunda Turma é composta por cinco ministros.

Já votaram contra a suspeição Edson Fachin e Cármen Lúcia, ainda em dezembro de 2019.

STF ao vivo [2ª Turma] – Julgamento de Sergio Moro

LEIA TAMBÉM
URGENTE: Gilmar Mendes pauta para hoje suspeição de Moro na 2ª Turma do STF

Por que Gilmar Mendes assusta o que sobrou da Lava Jato

Live explica como fica ‘suspeição de Moro’ após anulação de condenações de Lula

No entanto, na sessão suspensa no dia 9 de março, Cármen avisou que tem um voto escrito. Ou seja, ela sinalizou que pode mudar entendimento de que Moro foi parcial nos processos contra Lula.

Os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski também manifestaram suas posições, no entanto, pela suspeição.

Nesta terça (23/3), o novato Nunes Marques tende a declara Moro suspeito.

Se as previsões estiverem corretas, Moro será declarado suspeito hoje.

A título de conhecimento, a Segunda Turma teve resultado de 4 x 1 na sessão de 9 de março quando o colegiado votou pela continuidade do julgamento acerca da suspeição de Moro.

Quer mais? Na sessão de 9 de fevereiro, também pelo placar de 4 votos a 1, a Segunda Turma confirmou a liberação do acesso de Lula a mensagens da Operação Spoofing.

A suspeição tem efeitos mais graves sobre a Lava Jato, pois atingiria todos os demais processos tramitados na 13ª Vara Federal de Curitiba.

Na dia 8 de março, o ministro Fachin havia declarado incompetente o foro de Moro para julgar o ex-presidente Lula e, consequentemente, anulando suas condenações, porém preservando os atos do ex-juiz da Lava Jato.

Com a suspeição, portanto, todos os processos contra Lula se extinguem.