Após pressão, filha de Braga Netto desiste de ‘boquinha’ na ANS

A filha do ministro da Casa Civil, general Walter Braga Netto, desistiu de assumir a vaga de gerente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), com salário mensal de mais de R$ 13 mil. Isabela Braga Netto desistiu da “boquinha” nesta quarta-feira (22).

A informação foi confirmada nesta noite pelo Diretor de Desenvolvimento Setorial (DIDES) da ANS, Rodrigo Rodrigues de Aguiar, que seria chefe de Isabela no cargo.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, o recuo se deu após o Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (Sinagências) cobrar explicações da ANS sobre possível nepotismo cruzado na contratação.

Se a nomeação se concretizasse, Isabela ocuparia o cargo de Gustavo de Barros Macieira, servidor de carreira da agência e especialista em direito do Estado e da regulação pela Fundação Getulio Vargas (FGV), que deve seguir no posto.

LEIA TAMBÉM:

Frota condenado por atacar Gilberto Gil penhora bens para pagar indenização

Brasil bate recorde com 67.860 novos casos de Covid-19 em 24 horas

Centrais sindicais manifestam solidariedade aos metalúrgicos da Renault em greve

Brasil bate recorde com 67.860 novos casos de Covid-19 em 24 horas

O balanço do ministério da Saúde publicado no início da noite desta quarta-feira (22) aponta que o Brasil bateu o recorde de novos casos com 67.860 registros de Covid-19 nas últimas 24 horas.

O recorde anterior era de 54.771 casos novos registrados em 19 de junho. O novo recorde é alarmante; pois indica que a pandemia não se estabilizou e pode continuar a crescer.

Confira os números divulgados pelo ministério da Saúde:

1.284 óbitos registrados nas últimas 24 horas;
67.860 casos confirmados nas últimas 24 horas;
82.771 mortes desde o começo da pandemia;
2.227.514 casos confirmados desde o começo da pandemia;
1.532.138 pacientes recuperados.