Sergio Moro, ameaçado de impugnação, poderá advogar, diz presidente da OAB

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, afirma que o ex-ministro da Justiça e ex-juiz Sergio Moro poderá advogar, com a inclusão de seu nome nos quadros da entidade. Segundo informação de Mônica Bergamo, na Folha de São Paulo.

Para advogados e especialistas, Moro violou por diversas vezes as prerrogativas da advocacia durante a condução dos processos da Lava Jato. “Direito é direito e tem que ser aplicado igualmente a todos”, diz Felipe Santa Cruz. “Moro não sofreu condenação por violação de regras. E não existe lista negra na OAB”, segue ele.

Em 2019, ele criticou duramente o então ministro da Justiça durante o escândalo da Vaza Jato.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro acaba com eleição direta para reitores de universidades federais

Bombeiro é preso por suspeita de envolvimento no assassinato de Marielle

Aceno de Witzel a Bolsonaro é amor impossível, dizem aliados do presidente

A pedido de Moro, o Ministério Público Federal (MPF) apresentou denúncia contra a Santa Cruz. Mas ela foi arquivada pela Justiça.