José de Abreu deixa a Globo após 40 anos

O ator José de Abreu anunciou na noite desta quarta-feira (3), durante uma live, que se desligará da Globo no próximo dia 30.

Segundo Abreu, de agora em diante ele só participará de “obra certa” quando convidado pela Rede Globo.

O ator participou hoje de uma transmissão com o ex-presidente Lula.

José de Abreu disse ainda que tentará uma carreira internacional, após 40 anos na Globo.

Morando na Nova Zelândia,o ator de 72 anos afirmou que está difícil ganhar em real e viver em dólar.

O ator vive fora do Brasil desde 2014.

Na live sobre Cultura, nas redes sociais, além de Zé de Abreu e Lula, participaram a deputado Benedita da Silva (PT-RJ) e o poeta Sérgio Vaz.

A última novela de Zé de Abreu na Globo foi “A Dona do Pedaço”, encerrada em novembro passado.

Assista ao vídeo:

LEIA TAMBÉM

Chapa de Bolsonaro e Mourão pode ser cassada semana que vem no TSE

Obama pede que autoridades não usem a repressão contra os protestos

PSOL pede investigação e convocação de Sérgio Camargo após fala de “escória maldita”

Anonymous Brazil promete “bomba” contra Jair Bolsonaro. “Nos aguarde”, pede grupo

O grupo “Anonymous Brazil” começou a semana agitando as redes sociais ao divulgar informações pessoais do presidente Jair Bolsonaro, de seus filhos e ministros.

“Ativem as notificações e fique por dentro das próximas exposições”, avisa o grupo pelo Twitter, cujo lema é “Nós não esquecemos, Nós não perdoamos.”

O coletivo Anonymous é associado à ideia do hacktivismo, colaborativo e internacional, realizando protestos e outras ações, muitas vezes com o objetivo de promover a liberdade na Internet e a liberdade de expressão.

Numa das últimas postagens, o Anonymous criticou o presidente Jair Bolsonaro por lamentar o “destino” dos 31 mil mortos por Covid-19 no Brasil.

“Ele chama de “Destino” o seu DESCASO com a vida do povo brasileiro.”

Para o grupo, que promete uma “bomba” sobre Bolsonaro nos próximos dias, deixa um recado ao presidente da República:

“Nós somos Anonymous, nós somos Legião, nós não perdoamos, nós não esquecemos. Nos aguarde.”

Crendiospai! É de arrepiar até os cabelos do ministro Alexandre de Moraes…