Urgente: STF revoga nomeação de amigo da família Bolsonaro na PF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, revogou nesta quarta-feira (29) a nomeação de Alexandre Ramagem, amigo do família Bolsonaro, para a direção-geral da Polícia Federal.

A decisão está no âmbito de um mandado de segurança impetrado ontem pelo PDT como forma de impedir a posse de Ramagem, que havia sido marcada para acontecer às 15h desta quarta-feira.

“Defiro a medida liminar para suspender a eficácia do decreto [de nomeação] no que se refere à nomeação e posse de Alexandre Ramagem Rodrigues para o cargo de Diretor-Geral da Polícia Federal”, diz a decisão do ministro do STF.

Uma das alegações que sustentam o pedido é a declaração do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, de que Bolsonaro pretende interferir politicamente na PF para ter influência nas investigações da organização.

LEIA TAMBÉM:

Lula e PT voltaram ao cenário com briga Bolsonaro x Moro, diz presidente da Paraná Pesquisas

Bolsonaro sobre seus testes de coronavírus: ‘Quero mostrar que eu tenho o direito de não mostrar’

Põe na conta do coronavírus

O PDT também cita a proximidade de Ramagem com os filhos do presidente.

Compartilhe agora