‘Greca, não arrisque a vida dos curitibanos’, apela PT


O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) de Curitiba divulgou uma nota alertando para os riscos da decisão do prefeito Rafael Greca que liberou o funcionamento do comércio a partir desta sexta-feira (17).

O PT curitibano apelou para que o prefeito mantenha as medidas de distanciamento social. “Assim, pedimos que prefeito de Curitiba Rafael Greca respeite o direito a vida dos Curitibanos e não permita a abertura do comércio (com exceção das atividades essenciais)”.

“Além disso pedimos que eles aumentem a fiscalização para que as medidas de distanciamento social sejam de fato respeitadas e que não sejam medidas apenas marqueteiras, sem efeito real, na luta para vencermos essa pandemia”, acrescenta ainda um trecho da nota.

Leia a íntegra da nota do PT de Curitiba:

Rafael Greca, não arisque a vida dos curitibanos

A pandemia do Covid-19 mudou completamente nossas rotinas e virou tema central de nossas conversas. Aqueles que puderam, tomaram medidas de distanciamento social, os que por motivo maior não puderam, precisaram readequar suas rotinas as novas exigências de saúde e higiene. Tais medidas, tão recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e seguidas em países como Reino Unido, Portugal, Índia, Argentina, entre outros, têm como principal objetivo evitar a morte de milhões de pessoas pelo mundo. Hoje mais de um terço da população mundial vem seguindo o distanciamento social. O Estado assumiu o protagonismo no enfrentamento e fiscalizaçao, com especial destaque para a atuaçao de prefeitos/as, governadores/as e presidentes/as em todo o mundo.

Infelizmente no Brasil não podemos contar com o Presidente da República, de modo que nossas esperanças se voltam aos prefeitos e governadores. O prefeito de Curitiba Rafael Greca anunciou no dia 15/04 que o comércio teria aval para abrir a partir da sexta feira (17/04), medida essa que o Partido dos Trabalhadores de Curitiba é contra.

Sabemos do medo que sentem os pequenos comerciantes, aqueles que muito investiram de suas vidas no sonho do empreendedorismo, sabemos que as pequenas empresas são as grandes geradoras de emprego e renda neste país, sabemos também o quanto lutam esses pequenos empresários e empresárias para se manter operantes em meio a uma crise, que não se iniciou com o Covid-19, mas que agora, com o fechamento pela quarentena, se agrava.

LEIA TAMBÉM:

Requião fuzila prefeito de Curitiba por causa do coronavírus: “não suporta pobre”

Porém lutamos pela vida de todos os brasileiros, incluindo a desses pequenos empresários. Pensando nisso, nossas bancadas de deputados propôs na Assembleia Legislativa do Paraná um programa de crédito a juros zero para os pequenos negócios, bem como a postergação do recolhimento de impostos e a suspensão de toda cobrança judicial, protesto de títulos e renegociação da dívida das pequenas empresas.

Permitir a abertura total do comércio nesse momento seria agravar a calamidade em nosso sistema de saúde. No dia 15/04 tínhamos no Brasil 30425 casos confirmados, 1924 mortos; no Paraná 845 confirmados e 43 mortos e em Curitiba 358 confirmados e 8 mortos. No país tivemos um aumento, em apenas um dia, de 141 mortos e de 1930 novos contaminados, e sem as medidas de isolamento social os números podem ter um crescimento descontrolado.

Assim, pedimos que prefeito de Curitiba Rafael Greca respeite o direito a vida dos Curitibanos e não permita a abertura do comércio (com exceção das atividades essenciais). Além disso pedimos que eles aumentem a fiscalização para que as medidas de distanciamento social sejam de fato respeitadas e que não sejam medidas apenas marqueteiras, sem efeito real, na luta para vencermos essa pandemia.

Precisamos permanecer em nossas casas, precisamos nos proteger. É momento de solidariedade e ela começa por ficar em casa.

Eu te protejo e você me protege.

Angelo Vanhoni
Presidente do PT Curitiba