URGENTE: PT pede impeachment para Bolsonaro

Compartilhe agora
Haddad sobre Bolsonaro: “Se não é caso de impeachment, é de interdição”

Lideranças do PT já discutem publicamente a possibilidade de pedirem o impeachment do presidente Jair Bolsonaro após ele participar, neste domingo (15), da manifestação contra o Congresso e o STF.

O primeiro a se manifestar sobre o impedimento do presidente da República foi Fernando Haddad, ex-presidenciável do PT. “Se não é caso de impeachment, é de interdição”, recomendou.

“Hoje, a democracia brasileira sofreu mais um duro ataque”, avaliou Haddad. “O próprio presidente, entusiasmado com os apelos pelo fechamento do regime, desconsiderou as recomendações das autoridades sanitárias para celebrá-lo. Se não é caso de impeachment, é de interdição. Postura lastimável”, disse.

O deputado Rogério Correia (PT-MG) afirmou que a primeira opção, de impeachment, é melhor para o País.

“É impeachment do Bolsonaro sim presidente Haddad. Que não falte determinação na esquerda em criar as condições”, opinou o parlamentar mineiro. Para ele, “Fora Bolsonaro é única esperança para salvar o país e não se dará sem luta, mas fruto de muita determinação.”

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro declara guerra ao Congresso e ao STF; agora ele poderá sofrer impeachment

Aparição de Bolsonaro salvou manifestação do fiasco

Bolsonaro tira selfie com cartaz de “Fora Maia” ao fundo; veja