Parasita Paulo Guedes ‘pede desculpas’ por fala ofensiva contra domésticas


O parasita Paulo Guedes, que ocupa o Ministério da Economia, comentou nesta quinta-feira (20) sobre sua fala preconceituosa e classista envolvendo as trabalhadoras domésticas. Guedes engasgou um pedido de desculpas cheio de reticências Ele ainda soltou um vago “se puder ter ofendido.”

No dia 13 de fevereiro, ao ser questionado da alta do dólar, o ministro afirmou que, quando a moeda estava mais barata, havia “empregada doméstica indo para a Disneylândia, uma festa danada”. O comentário repercutiu negativamente nas redes sociais e entre diversos segmentos da sociedade.

LEIA TAMBÉM:

Após fala de Guedes, sorteio para Disney têm 5 mil domésticas inscritas

Federação das trabalhadoras domésticas repudia fala de Paulo Guedes

Federação das trabalhadoras domésticas repudia fala de Paulo Guedes

Durante evento da Caixa Econômica Federal no Palácio do Planalto, nesta manhã, Guedes voltou a falar sobre o assunto e afirmou que a declaração foi reflexo de uma política de preços “com os juros lá em cima, que transformava os empresários e empreendedores brasileiros em rentistas. Ao invés de fazer investimento, criar emprego, rentistas. Justamente também as famílias mais humildes, empregadas domésticas, inclusive, a quem eu peço desculpas se puder ter ofendido, dizendo que a mãe do meu pai foi empregada doméstica”, justificou Guedes.

Conclusão: Guedes de boca fechada é um poeta parnasiano.