Justiça da Bahia determina nova perícia no corpo de miliciano Adriano da Nóbrega

Publicado em 19 fevereiro, 2020


A justiça baiana determinou, na tarde de terça-feira (18), um novo exame pericial no corpo do miliciano Adriano da Nóbrega. A decisão aceitou um pedido do Ministério Público da Bahia, que tem como objetivo esclarecer “dados até o momento obscuros”, segundo o órgão.

No documento, o pedido é para que o corpo do miliciano não seja cremado e permaneça em conservação em câmara de refrigeração no Instituto Médico Legal do Rio de Janeiro para a realização de uma necroscópia complementar.

O órgão requisita ainda à Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) as gravações dos rádios transmissores utilizados pelos agentes durante a operação, além de exames papiloscópico nas munições não deflagradas da pistola Glock (9mm) supostamente encontrada com Adriano.

LEIA TAMBÉM:

Advogado pede perícia independente em corpo de Adriano da Nóbrega

“As fronteiras da decência foram ultrapassadas”, diz Huck sobre fala de Bolsonaro

Greve dos Petroleiros: TRT do Paraná suspende demissões na Fafen

O miliciano Adriano da Nóbrega tinha forte ligações políticas e pessoais com o clã Bolsonaro, inclusive a esposa e a mãe foram nomeadas para o gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).