Ator Carlos Vereza ameaça romper com Bolsonaro se fechar TV Escola


O ator bolsonarista Carlos Vereza afirmou que caso Jair Bolsonaro encerre as atividades da TV Escola ele deixará de apoiar o governo. A informação é da Coluna de Mônica Bergamo, na Folha de São Paulo, nesta segunda-feira (23). O ator apresenta o programa “Plano Sequência” na emissora, que trata de assuntos sobre o cinema brasileiro.

O programa “Plano Sequência seria o único acontecimento cultural de peso da administração dele, que até agora não fez nada na cultura, salvo a medida de Roberto Alvim de aumentar o teto de captação [da Lei Rouanet] para musicais”, declarou Vereza.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro diz que TV Escola “deseduca” e chama Paulo Freire de “energúmeno”

Associação Roquete Pinto desmente Weintraub sobre fim da TV Escola

Falta de Educação de Bolsonaro vai acabar com a TV Escola

O ator espera que Bolsonaro reveja a decisão. Na semana passada, Bolsonaro defendeu o cancelamento do contrato do Ministério da Educação (MEC) com a emissora. O presidente chegou a dizer que os programas eram todos de esquerda, baseados no pensamento do educador Paulo Freire.