Gilmar Mendes: Não me surpreenderia se tivessem aberto conta em meu nome na Suíça

Compartilhe agora

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta terça-feira (6) que não se surpreenderia se os procuradores da Lava Jato tivessem aberto uma conta em seu nome, na Suíça.

“A mim não me surpreenderia se eles tivessem aberto uma conta em meu nome na Suiça”, disse o magistrado em entrevista ao UOL.

LEIA TAMBÉM:
Intercept faz parceira com jornal espanhol El País para divulgar arquivos da #VazaJato

Lava Jato planejou buscar na Suíça provas contra o ministro Gilmar Mendes

Gilmar também afirmou na entrevista que a Procuradoria-Geral da República (PGR) precisa “tomar providências” sobre a atuação dos procuradores.

“Eu acho que está na hora de a Procuradoria tomar providências em relação a isso. Tudo indica, e eu acho que na medida que os fatos vão sendo revelados, que nós tínhamos uma organização criminosa para investigar”, disse.

Reportagem publicada hoje pelo jornal espanhol El País mostra que os procuradores da Lava Jato buscaram ilegalmente informações sobre Gilmar Mendes visando pedir sua suspeição e até seu impeachment.