Advogados abandonam a defesa de Deltan Dallagnol

Compartilhe agora!

Os advogados Eduardo Mendonça e Felipe de Melo Fonte abandonaram a defesa do procurador Deltan Dallagnol, da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, nos processos que tramitam Conselho Nacional do Ministério Público.

LEIA TAMBÉM
Deltan Dallagnol ‘pedala’ atrás de 12 pedidos de processos administrativos

CNMP abre processo disciplinar contra procurador Castor de Mattos

CNMP desarquiva denúncia contra Dallagnol por mensagens vazadas

Os advogados afirmaram que deixaram a defesa em acordo com Dallagnol, que passará a contar com o ex-ministro do STF Francisco Rezek na defesa, que atuará gratuitamente. Rezek foi nomeado para o STF ainda durante a ditadura militar, pelo então presidente João Figueiredo.

Mas, segundo o Portal UOL, Mendonça e Melo Fonte têm dito nos bastidores que deixaram a defesa de Deltan por não terem vontade de atuar no caso das mensagens publicadas pelo Intercept.

A verdade é Deltan Dallagnol se tornou tóxico.

Com informações do UOL.

Compartilhe agora!