PT pede a prisão de Moro e Dallagnol

Publicado em 26 julho, 2019
Compartilhe agora!

A bancada parlamentar do PT pediu nesta sexta-feira (26) a prisão do ministro da Justiça, Sérgio Moro, para conter o abuso de autoridade do ex-juiz e preservar a liberdade de imprensa no País.

Para que o leitor tenha a noção da temperatura e do batimento cardíaco dos envolvidos nessa confusão, tem ministro de instância superior passando os dias a base de Ritrovil.

Retomemos o(s) pedido(s) de prisão.

LEIA TAMBÉM
Os novos diálogos do palestrante Deltan Dallagnol na XP Investimentos

ABI diz que portaria de Moro é inconstitucional e é abuso de poder

Gleisi e Wagner são ungidos por Lula para comandar o PT

Aragão sobre perseguição a Glenn: Moro é absolutamente inescrupuloso

A notícia-crime do PT foi representada junto à Procuradoria-Geral da República (PGR) e ao Supremo Tribunal Federal (STF). Além de recorrentes abusos de poder, os petistas ainda citam a ameaça de destruição de provas por Moro.

Para fechar o repolho, a presidenta do partido, Gleisi Hoffmann (PT-PR), também sugeriu a prisão do procurador Deltan Dallagnol.

“As mensagens são inacreditáveis. Se pegassem essas mensagens no celular de alguém investigado por eles, Deltan pediria e Moro decretaria a prisão preventiva. Iam dizer que era propina disfarçada de cachê de palestra, corrupção e lavagem de dinheiro”, disse Gleisi.

A dirigente petista ainda desabafou publicando um vídeo em que o ex-presidente Lula prevê a derrocada da dupla Moro-Dallagnol (assista).

Compartilhe agora!