Em nota, Bebianno nega envolvimento em esquema de candidaturas laranjas do PSL

Compartilhe agora

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, emitiu uma nota na noite de ontem (14) na qual afirma que não foi o responsável pelas candidatas de Pernambuco consideradas laranjas.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro usa camisa falsificada do Palmeiras e vira piada

“Todos os repasses para os candidatos das eleições proporcionais e aos governos dos estados são realizados pela Executiva Nacional POR CONTA E ORDEM dos diretórios estaduais, que recebem diretamente os recursos em suas contas ou indicam os nomes dos candidatos a serem beneficiados. Compete a cada um dos candidatos a prestação de contas de sua própria campanha, cabendo-lhes também a responsabilidade pelos atos praticados”, escreveu o ministro na nota.

“Por todas essas razões, reafirmo que não fui responsável pela definição das candidatas de Pernambuco que foram beneficiadas por recursos oriundos do PSL Nacional”, completou Bebianno.

Reportagem da Folha de S. Paulo revelou que o PSL financiou com dinheiro público duas candidatas laranjas em Pernambuco nas últimas eleições, quando Bebianno era o presidente nacional do partido.

Com informações do Uol