Vigília se prepara para a liberdade de Lula na terça-feira

Na próxima terça-feira, dia 4 de dezembro, a Vigília Lula Livre promete ‘bombar’ com a possibilidade concreta de o ex-presidente Lula ser libertado pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

LEIA TAMBÉM
Lula poderá ser solto dia 4 de dezembro

A defesa do petista impetrou um novo habeas corpus fundado na ‘perda da imparcialidade’ do juiz-ministro Sérgio Moro que condenou Lula, manipulou decisões como aquela que descumpriu ordem de soltura do TRF4, divulgou fake news para prejudicar o PT na eleição presidencial, enfim, depois de todas essas estripulias o agora ex-magistrado foi anunciado como ministro do governo de extrema direita Jair Bolsonaro (PSL).

Não é preciso provar mais nada diante deste farto relato, já sabido e decorado pelos brasileiros e difundido pela imprensa mundial.

A situação de Lula ‘preso político’ há oito meses envergonha o judiciário e põe o Brasil sentado num barril de pólvora, haja vista que a quebra do contrato constitucional de 1988 pode provocar até uma guerra civil, segundo os mais alarmistas.

“Esse país não estará em paz quanto Lula estiver preso”, afirmou na noite desta quinta (29) a senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, ao discursar no lançamento do livro “Luiz Inácio Luta da Silva: nós vimos uma prisão impossível”.

“O juiz Sérgio Moro tem como objetivo exterminar o Partido dos Trabalhadores. Ele é doente e odeia Lula”, tem repetido como um mantra a dirigente petista.