Ciro Gomes já é disputado pela esquerda e pela direita

A coisa está do jeito que o diabo gosta. O ex-governador Ciro Gomes (PDT) está sendo disputado por partidos de direita e de esquerda. Sem Lula no páreo, o PCdoB, por exemplo, manifestou-se por meio do governador maranhense Flávio Dino por um acordo da esquerda com o pedetista.

LEIA TAMBÉM
Ciro não encontrará as “penas” que busca no PT, dizem petistas históricos

Ocorre que a posição de Dino tem resistência no PT porque Ciro quer amealhar os votos dos eleitores petistas, mas não quer aparecer na foto ao lado dos dirigentes petistas. Enfim, o pedetista só quer o ônus da base lulista, conforme explicou nesta segunda (7) o Blog do Esmael.

“Defendo a candidatura de Lula e que todo o campo popular o apoie. CASO Lula não consiga ser candidato, defendo a unidade do lulismo em torno do melhor posicionado, para tentar ir ao 2º turno e ganhar a eleição”, afirmo Flávio Dino.

A estibordo, na Câmara dos Deputados, a conversa é de que DEM, PP e PR também buscam um acordo com Ciro Gomes para evitar o esfacelamento do autodenominado “centro” político — que, cá para nós, está muito mais para centro-direita.

Porém, ao que tudo indica, Ciro teria mais chances num campo político de centro-esquerda haja vista que a desistência de Joaquim Barbosa ampliou o leque de eleitores potenciais (algo em torno de 10% a 15%).

Resumo da ópera: Ciro serve tanto para direita quanto para a esquerda.

Comentários encerrados.