83,6% juram que não cometeram corrupção nos últimos 2 anos, diz pesquisa

| Comente agora

Geddel Vieira Lima, flagrado com R$ 51 milhões, e políticos tucanos não se enxergam como corruptos, embora o Código Penal Brasileiro diga o contrário.

Quem nunca cometeu algum tipo de corrupção nos últimos 2 anos que atire a primeira pedra. Segundo a Paraná Pesquisas, 83,6% dos brasileiros juram que não cometeram nenhum tipo de ilícito nos últimos 24 meses. Para facilitar a visualização do leitor, o Blog do Esmael listou apenas dez tipos de corrupção no cotidiano nacional.

Não fornecer nota fiscal; sonegar impostos; subornar policial; aceitar troco errado; fazer hora no trabalho para ganhar ‘hora extra’; bater ponto no trabalho para o colega; desrespeitar lugares reservados; furtar sinal de TV a cabo ou fazer ‘gatonet’; assinar a presença do colega na faculdade; falsificar carteirinha de estudante; etc.

De acordo com a sondagem, 14,5% admitem terem cometido algum tipo de corrupção nos últimos dois anos e 1,8% não soube responder ou não opinou.

Resumo da ópera: o Brasil é um país de “santos” porque quase ninguém percebe sua “pequena” corrupção no cotidiano, segundo o levantamento.

A Paraná Pesquisas entrevistou 2.002 eleitores brasileiros entre os dias 27 de abril e 2 de maio, cuja margem de erro é de 2% para mais ou para menos. A sondagem está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n.º BR- 02853/2018.