Palocci vai delatar bancos

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, preso pela lava jato há um ano e meio, promete delatar dois bancos que atuam no setor varejista. Ele um habeas corpus negado ontem (11) pelo STF.

Entretanto, o Supremo voltará a avaliar nesta quinta (12) a possibilidade de interromper prisão ‘de ofício’, qual seja, pela iniciativa do próprio STF.

A ameaça de delação de Palocci causa dor de barriga não só no setor financeiro, mas na própria mídia corporativa que tem muito a esconder.

O Globo registrou hoje que “as tratativas [da delação com a PF] estão avançadas e terão um desfecho, no mais tardar, já em maio”.

O ex-ministro teria concedido favores incríveis para clientes de sua empresa de consultoria em troca de generosas propinas.

Pensando bem, é melhor o Supremo Tribunal Federal soltar urgentemente o ex-ministro Palocci.

Comentários encerrados.