Executivo envolvido no propinoduto da Globo é assassinado no México

O executivo Adolfo Lagos, vice-presidente de telecomunicações do grupo mexicano Televisa, foi assassinado neste domingo (19), quando viajava de bicicleta por uma rodovia do Estado central do México, informou hoje (20) o Ministério Público daquele país.

Lagos estava no olho do furacão do escândalo em que o Grupo Televisa e a brasileira Globo participaram de uma propina de 15 milhões de dólares para um executivo da Fifa visando assegurar direitos de transmissão para as Copas de 2026 e 2030.

O executivo da Televisa é o segundo a morrer após a Justiça dos Estados Unidos tomar depoimentos acerca do propinoduto de Televisa, Globo e Fox Sports. O advogado argentino Jorge Delhon, que trabalhava para o programa de TV estatal Futebol para Todos, cometeu suicídio na noite de terça-feira, horas após de vir à tona que ele recebera propina.

A principal testemunha da justiça norte-americana sobre subornos e propinas na Fifa é Alejandro Burzaco, ex-chefe da companhia de marketing esportivo Torneos y Competencias.

De acordo com agências internacionais de notícias, Lagos, de 69 anos e ex-diretor do Banco Santander, estava viajando de bicicleta na estrada que conduz às pirâmides de Teotihuacán quando ele foi ferido por armas de fogo por estranhos e levado para um hospital “onde infelizmente morreu”, disse o Ministério Público do Estado do México.

15 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. a globo é pior que o temer.

  2. A globo diz que está a disposição da justiça ” americana”. Já a justiça brasileira está a disposição da globo.

  3. Começou a queima de arquivo.
    E a comédia do dia, é a globo falando da propina do Rio de Janeiro.
    Quá quá quá quá…
    Os porcos marinhos não se emendam.
    Levantam poeira de uma lado pra esconder sua sujeira do outro.
    E a justiça brasileira, refém da globo, bate palmas.
    É um País tomado pelo crime, nacional e internacional.
    Vem ao caso, Dr. Murrow???

  4. Lembrando que na argentina suicidaram um dirigente

  5. E agora, sra. Dodge? E agora, judge Murrow? A lava jato não investiga a Petrobras? Ora, a Petrobras punha milhões em publicidade na Globo, enroscada até o pescoço nessa história. Nem uma investigaçãozinha?

  6. Será que foi quelma de arquivo?

  7. Boa..!.. Quem sabe um dos Marinho também não faz um “passeio no parque”…

  8. E agora MP……………….????!!!!!!

    Será que cabe investigacão do nosso lado………………????!!!!

  9. O PRÓXIMO É O MORO

  10. Um e pouco dois e bom agora ??? trés e suspeita globo na globo.

  11. Se fosse no Brasil bastaria atropela lo e responder por homicídio culposo mas não tenha dúvidas,queima de arquivo.

  12. Esse povo da direita não é o PT que briga so nas palavras…eles executa todos que lhes atravessem seus caminhos..