DEM é contra privatização de energética no PR

O prefeito Marcelo Pupi (DEM), do município de Campo Largo, região metropolitana de Curitiba, declara-se contra a privatização da Energia Campolarguense — a COCEL.

“Vender a COCEL hoje, na baixa, é crime lesa-pátria”, disse Pupi ao Blog do Esmael, destoando do discurso do governo Michel Temer (PMDB) que quer privatizar ‘a qualquer custo’ 57 empresas públicas, dentre as quais a Eletrobras.

Fundada há 50 anos pelo então prefeito Newton Pupi, pai do atual prefeito, a COCEL é a responsável pela distribuição da energia para 130 mil habitantes e atende um diversificado parque industrial.

A COCEL conta 119 colaboradores, entre funcionários próprios, estagiários e aprendizes. 60% deste total fazem parte da equipe técnica.

A empresa municipal de energia possui 2 subestações, 19 alimentadores, mais de 1.500 km de rede de alta tensão e cerca de 32 mil postes instalados no município.

Comentários encerrados.