Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Requião pode disputar vaga de vereador para levar de volta PMDB à Prefeitura de Curitiba

requiao_eleicoes_2016

O senador Roberto Requião (PMDB) poderá concorrer à vaga de vereador na Câmara Municipal de Curitiba, em 2016, para ajudar a chapa do deputado Requião Filho (PMDB) que disputará a Prefeitura da capital paranaense.

Requião cogitou essa possibilidade hoje pela manhã, depois que visitou a ocupação urbana Tiradentes, localizada no bairro Cidade Industrial de Curitiba, onde tem instalado um lixão.

Emocionado com a situação precária de 800 famílias — cuja maioria dos integrantes é formada por crianças, mulheres e velhos –, Requião disse ao Blog do Esmael que “a única forma de ajudar essa gente é o PMDB voltando administrar Curitiba”.

ocupacao_tiradentes_cic

Os moradores da Ocupação Tiradentes correm risco de despejo. A área foi ocupada em setembro de 2012, mas até agora não chegou nenhum equipamento público no local — o que prova a incompetência do poder público.

“É de cortar o coração. Não tem absolutamente nada na ocupação, onde um lixão privado se instalou irregularmente. Quem deveria cuidar dos resíduos é o município, não terceiros”, criticou Requião.

Ele também se manifestou pelo Twitter:

Requião afirmou que uma das formas de poder ajudar essa e outras comunidades excluídas é através de políticas públicas do PMDB já consagradas quando o partido administrou a capital.

O senador foi prefeito de Curitiba entre os anos de 1986 e 1988. O partido está em jejum na capital do estado há quase 30 anos.

“Estou estudando disputar uma cadeira de vereador na chapa de Requião Filho”, confidenciou o senador Roberto Requião ao Blog do Esmael.

Pela legislação, o parlamentar não perde o cargo no Senado no caso de realmente concorrer a uma das 38 vagas na Câmara Municipal. No entanto, se eleito, deverá renunciar uma das duas.

Na visita à Ocupação Tirantes, acompanhar o senador o ex-secretário da Educação, Maurício Requião, e o deputado Requião Filho.

Comentários desativados.