Polêmica dos outdoors “contra privilégios deficientes” chega à Assembleia Legislativa do Paraná

requiaofilho_outdoor_fruetO deputado estadual Requião Filho (PMDB), ao Blog do Esmael, nesta quarta-feira (2), adiantou que pedirá da tribuna esclarecimentos à Prefeitura de Curitiba sobre a campanha contra os deficientes espalhada em outdoors na capital paranaense e nas redes sociais.

O parlamentar quer saber quanto custou, quem pagou, onde foi veiculada e qual o resultado prático além do ódio despertado pela errante campanha da equipe do prefeito Gustavo Fruet (PDT).

“O Gustavo Fruet faz falta no parlamento. Ele poderia ser um bom deputado estadual, nosso colega aqui na Assembleia, mas como chefe do executivo…”, disse Requião Filho.

Após um dia repercutindo negativamente a campanha que pede o “fim dos privilégios para deficientes”, a Prefeitura de Curitiba assumiu a autoria da peça que cheira a fascismo.

“Se o objetivo era causar repulsa, desaprovação, ódio e arranhar a imagem do prefeito, parabéns, atingiu-se o objetivo”, ironizou o deputado do PMDB, que é pré-candidato à Prefeitura de Curitiba.

Para Requião Filho, nem os marqueteiros de D. Pedro seria tão ineficientes. “A comunicação é um reflexo da equipe toda”, comparou.

Comentários encerrados.