“Kireeff é o Papai Noel dos poderosos donos de ônibus”, diz Belinati

Marcelo Belinati: “Com esse aumento na passagem de ônibus, Alexandre Kireeff se consagrou como o prefeito dos ricos e dos poderosos donos das empresas de ônibus de Londrina”, finalizou Belinati. A título de comparação, a tarifa de ônibus em Curitiba -- proporcionalmente, uma das mais caras do país -- custa R$ 3,30. Portanto, com a subida de amanhã para R$ 3,60, Londrina fica com o “troféu” da passagem mais cara do Brasil.

Marcelo Belinati: “Com esse aumento na passagem de ônibus, Alexandre Kireeff se consagrou como o prefeito dos ricos e dos poderosos donos das empresas de ônibus de Londrina”, finalizou Belinati. A título de comparação, a tarifa de ônibus em Curitiba — proporcionalmente, uma das mais caras do país — custa R$ 3,30. Portanto, com a subida de amanhã para R$ 3,60, Londrina fica com o “troféu” da passagem mais cara do Brasil.

O deputado federal Marcelo Belinati (PP), nesta quinta-feira (31), ao Blog do Esmael, afirmou que o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff (PSD), “é o Papai Noel dos poderosos donos das empresas de ônibus” na cidade do Norte do Paraná.

“Kireeff aumentou a passagem de ônibus para R$ 3,60. Durante o mandato dele, os reajustes na tarifa foram quase três vezes maiores [63,63%] que a inflação no período de [21,84%]”, criticou Belinati.

“É o Papai Noel dos poderosos donos das empresas de ônibus”, repetiu o parlamentar, indignado com o aumento anunciado para amanhã, dia 1º de janeiro de 2016.

Belinati declinou alguns dados sobre os reajustes na passagem de ônibus durante a gestão Kireeff.

Quando o prefeito assumiu em 1º de janeiro de 2013, a tarifa do ônibus era R$ 2,20. Amanhã subirá para R$ 3,60, ou seja, reajuste de 63,63% contra uma inflação acumulada de 21,84% no período de três anos.

A inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo) foi respectivamente: 2013 (5,91%), 2014 (6,41%) e 2015 (9,61%).

“Com esse aumento na passagem de ônibus, Kireeff se consagrou como o prefeito dos ricos e dos poderosos donos das empresas de ônibus de Londrina”, finalizou Belinati.

A título de comparação, a tarifa de ônibus em Curitiba — proporcionalmente, uma das mais caras do país — custa R$ 3,30. Entretanto, com a subida de amanhã para R$ 3,60, Londrina fica com o “troféu” de passagem mais cara do Brasil.

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. SUPER MEGA KIT COMPLETO WHATSAPP MARKETING DIVULGAÇÃO EM MASSA

    SITE: http://bit.ly/1QgntWx

    Skype: Power-Tecnology

    Telegram: PowerEmails

  2. Kireeff tem feito um bom governo.
    Não tem excessos de de CCs, e administra com coerência.

    Muito diferente de Maringá!

  3. A única solução é a desregulamentação. Não existe nenhuma outra opção. Não existe.
    O poder público tem somente a obrigação de vistoriar os ônibus, charretes, caminhão, taxis, lotações, vans etc…

  4. Cuequinha de seda, prefeito das empreiteiras e construtoras, dos grupos econômicos, não fez nada por Londrina e acha que não roubar é mérito. Um fracasso homérico, será sacado da prefeitura na eleição vindoura, anotem!

  5. Deputado Marcelo, não se esqueça que o prefeito Kireeff é uma das autoridades londrinenses que mais conhecem as dificuldades que os donos de empresas de transporte coletivo enfrentam no dia a dia. Se o prefeito Kireeff determinou que a passagem deve custar R$ 3,60 é porque ela vale R$ 3,60. Uma tarifa menor traria prejuízos absurdos para os donos das empresas. O Kireeff entende muito das necessidades das empresas. Afinal o prefeito de Londrina além de Kireeff é Lopes. E os Lopes ficaram paupérrimos como donos de empresa de transporte urbano de Londrina!