Richa anuncia mais 5 secretários

betoRichaO governador Beto Richa (PSDB) anunciou na tarde desta terça-feira (9) mais cinco secretários para o segundo mandato, a partir de 1!º de janeiro de 2015: Fernanda Richa, no Trabalho e Desenvolvimento Social; Ratinho Júnior, no Desenvolvimento Urbano; João Carlos Gomes, na Ciência, Tecnologia e Ensino Superior; Flávio Arns, nos Assuntos Estratégicos; e Mounir Chaowiche, na Cohapar.

O tucano ainda faz segredo acerca de pastas como Casa Civil, Comunicação, Meio Ambiente e Copel. A promessa é de bater o martelo no fim desta semana, depois de votado e aprovado o “pacotaço da malvadeza” na Assembleia Legislativa.

Na semana passada, Richa antecipou os nomes de Fernando Francischini (SSD) para a Secretaria de Segurança Pública e o atual secretário de Finanças de Salvador, Mauro Ricardo Costa, para a Secretaria da Fazenda.

Além disso, o governador anunciou a permanência de Norberto Ortigara na Secretaria da Agricultura; Michelle Caputo, na Saúde; e Paulino Viapiana, na Cultura.

14 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Parabéns governador, excelente escolha essa do Ratinho Jr.

    Ele continua tendo a mesma representatividade na assembleia. Ele sai e entra o suplente que seguira suas recomendações.

  2. SR BETO RICHA E O ..SR REINHOLD STEPHANES…UM HOMEM INTELIGENTE..CAPAZ..E DIGNO…..QUE TODOS OS GOVERNOS GOSTARIAM DE TE-LO EM SUAS FILEIRAS;;;;;;;;

  3. Oba. Obrigado Beto por manter o Rainho na sua equipe. Parabem meu governador.

  4. Como já disse do Francischini:

    Parabéns se você é um dos 300.928 eleitores do candidato mais votado para a Assembléia Legislativa e está sendo burlado.

    Você votou no Ratinho Júnior para ser seu representante na Assembléia e ele, de repente, vira secretário de estado e quem vai no lugar dele é alguém de quem você nunca ouviu falar.

    Vê-se que não pensa em representar seus eleitores. Só pensa em cacifar-se para a próxima eleição.

    Parabéns, TROUXA.

  5. Está já é a 5ª lista divulgada por este blog …

  6. Quero ver como fica a CELEPAR. Não aguento mais essa corja que dirigiu a companhia nos últimos 4 anos.. Como celepariano, tenho poucas esperanças que isso vá mudar.mas não custa sonhar!

  7. QUAL É A CAPACIDADE DA ESPOSA DO BETO RICHA, A FERNANDA RICHA, PARA OCUPAR A SECRETARIA DO TRABALHO?

    • MAIS QUE +
      A capacidade dela certamente é maior q do Romaneli ou do Amim. Até pq a SETS só tem dois projetos importantes:
      1) Cursos e Intermediação de mão de obra;
      2) Projeto de Compra Direta dos Agricultores.
      Tanto um como outro, certamente poderá ser executado muito melor com a Fernanda.

      De concreto mesmo, esta SETS só serve para utilização dos cargos. Imagina que cada Escritório Regional (alguns com menos de 5 funcionários) o chefe tem um DAS 5. Vê se pode.
      Certíssimo o governador

  8. JÁ QUE A PRINCIPAL ATRIBUIÇÃO DOS DEPUTADOS ESTADUAIS, É A FISCALIZAÇÃO DO EXECUTIVO, PORQUE NÃO CRIAM UMA CPI PARA INVESTIGAR PARA ONDE ESTÁ INDO O DIMHEIRO DO GOVERNO? SE O GOVERNADOR QUER FAZER CAIXA PARA TIRAR O PARANÁ DO BURACO, PORQUE NÃO TIRA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, 2% E DO PODER JUDICIÁRIO TAMBÉM 2%,DO QUE É DESTINADO PARA ESTES PODERES?

  9. Pelo jeito vai ficar mesmo o PAULO SCHMIDT na Secretaria da Educação. Para o Meio Ambiente aposto em CHEIDA ou RASKA .

  10. Bagunçar a casa o máximo possível para o próximo inquilino. Parece ser essa a tática do PSDB na transição para o governo estadual petista em Minas Gerais. Passando por cima dos interesses do povo mineiro e apostando somente na disputa partidária vazia, os tucanos aproveitam seus últimos suspiros no Governo de Minas para aumentar a dívida, envenenar o orçamento do próximo ano e criar armadilhas para a próxima gestão.

    Talvez o maior presente de grego deixado pelos governos de Aécio, Anastasia e Alberto, a dívida pública mineira consolidada já chega a 90 bilhões de Reais, comprometendo o orçamento de 2015 em 6 bilhões. Os últimos empréstimos realizados pelo governo tem sido utilizados para cobrir o déficit orçamentário anual, avaliado em 8,5 bilhões de Reais. Uma manobra irresponsável do ponto de vista econômico e que garante o efeito bola de neve para a dívida mineira por mais algum tempo.

    Aliada a um crescimento pífio do PIB, dependente da extração de minério, a fórmula do Choque de Gestão não construiu alternativas econômicas para Minas Gerais, o que resultou em um estado falido, quebrado e com pequena arrecadação.

    Também fazem parte da herança maldita do PSDB em Minas os 8 bilhões de Reais desviados da Saúde e os 8 bilhões de Reais desviados da Educação, que não tiveram seus mínimos constitucionais respeitados nos últimos 12 anos. Assim como a carreira congelada dos servidores públicos estaduais e o pagamento dos servidores da Educação abaixo do Piso Salarial Nacional. A extinção do Funpemg (Fundo de Previdência do Estado de Minas Gerais) como forma de apropriação dos recursos do fundo para cobrir os déficits do caixa mineiro selou a depredação social promovida pela trinca de Ás dos tucanos mineiros.

    De forma irresponsável, a transição em Minas Gerais ocorre como um jogo de cena, no qual se arrolam documentos que já são públicos, listas infindáveis de nomes, mas nada que apresente um quadro real do estado.

    Soma-se a isso uma sequência de manobras que transformaram a Assembleia Legislativa em uma verdadeira “casa de armadilhas e arapucas”, como é o caso da PEC 69, que ao invés de resolver o problema grave criado para os professores da Lei 100, apenas o empurra pra frente. Ou ainda o projeto de reajuste linear dos servidores estaduais retroativo a outubro, que coloca nas mãos do próximo governo uma responsabilidade que deixou de ser cumprida pelos próprios tucanos. O “orçamento impositivo”, que ainda segue em debate no Congresso Nacional, aqui em Minas Gerais tramita às pressas pelas mãos dos tucanos, que tentam a todo custo ditar as despesas de Pimentel para o ano que vem.

    De toda essa história, uma coisa é certa: serão necessárias muitas auditorias e CPI”™s para desenterrar os esqueletos que os tucanos agora insistem em esconder.

  11. estas manobras para arrecadar mais dinheiro são para pagar as contas feitas na eleição e tambem para pagar a conta o Aécio que perdeu, pois de minas nao vai conseguir o dinheiro ja que la quem ganhou foi o PT, parana e sao paulo vão pagar esta conta, criar mais secretarias para tirar mais dinheiro, podem acreditar daqui mais 4 anos vai continuar como esta ai e o dinheiro vai sumir.

  12. Arns nas estratégias?

    Pusesse o Rubinho Barriquelo logo, o cara é bem mais rápido que o Arns!