Papai Noel! antecipa Natal de ministros do STF e deputados subindo salários para R$ 33,8 mil

salarios_alep_camara.jpgO rigor dos parlamentares com eles mesmos não é exatamente o mesmo que adotam para os trabalhadores. Os homens de terno utilizam dois pesos e duas medidas para privilegiar o capital em detrimento dos que produzem a riqueza deste país.

Nada contra reajustes, pelo contrário.

No início desta noite, a Câmara Federal aprovou aumento nos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal e do Procurador Geral da República de R$ 29,4 mil para R$ 33,8 mil. A medida causará efeito cascata na Câmara e no Senado, nas assembleias e câmara de vereadores.

O presente de Papai Noel vai beneficiar os 513 deputados e 81 senadores, pois o reajuste elevará seus salários de R$ 26,7 mil para R$ 33,8 mil. Os projetos precisam ainda passar pelo crivo do Senado.

A presidenta Dilma Rousseff (PT) e vice Michel Temer (PMDB) terão reajuste menor, de 15,76%, e o valor vai para R$ 30,9 mil por mês.

Agora o exemplo de desprezo do parlamento para com os trabalhadores. Ontem, no Paraná, os deputados estaduais aprovaram um projeto revogando feriado no dia 19 de dezembro, data da emancipação política do estado que fez parte da Província de São Paulo até 1853 (clique aqui).

Além de retirar um dia de descanso dos trabalhadores e de afirmação da identidade paranaense, os deputados estaduais entraram em recesso hoje. Afinal, eles merecem descansar e ganhar bem…

A melhor parte para os deputados — é claro — é que os valores dos salários serão reajustados automaticamente na Assembleia Legislativa do Paraná. Mamão com açúcar.

O Blog do Esmael volta a frisar: nada contra reajuste nos salários de quem quer que seja, mas o que se pede é isonomia para todos; nada mais do que isso; é justo ou demais?

Comentários encerrados.