Por que a RPC/Globo mantém contrato com o Ibope, mesmo o instituto errando todas as pesquisas?

Publicado em 27 agosto, 2014
Compartilhe agora!

Se o Ibope erra todas e está mais comprometido com o tucano Beto Richa do que noiva em véspera de casamento, por que raios a RPC mantém contrato com o instituto de Carlos Augusto Montenegro? Que há por trás desta inabalável parceria? Outro questionamento levantado por leitores: por que a RPC não divulga os números do Ibope junto com o Datafolha no mesmo telejornal, como fizera até as eleições de 2010? Por quê? O iBeto não reflete a onda pela volta de Requião ao Palácio Iguaçu!, diz o deputado Antônio Anibelli Neto, o Anibelinho.
Se o Ibope erra todas e está mais comprometido com o tucano Beto Richa do que noiva em véspera de casamento, por que raios a RPC mantém contrato com o instituto de Carlos Augusto Montenegro? Que há por trás desta inabalável parceria? Outro questionamento levantado por leitores: por que a RPC não divulga os números do Ibope junto com o Datafolha no mesmo telejornal, como fizera até as eleições de 2010? Por quê? O iBeto não reflete a onda pela volta de Requião ao Palácio Iguaçu!, diz o deputado Antônio Anibelli Neto, o Anibelinho.
O instituto de Pesquisa Ibope, conhecido no Paraná como “iBeto”, além do governo do estado, mantém um sólido contrato com a RPCTV (Globo) para divulgar as sondagens eleitorais.

O diabo é que o “iBeto” errou todas os levantamentos, sempre em favor de quem paga. Vide o caso de 2012, quando apontava ida de Luciano Ducci (PSB) para o segundo turno e terceiro lugar para Gustavo Fruet (PDT).

Também por erros que foram classificados como “fraude eleitoral” o Ibope, ou iBeto, motivou a abertura de uma CPI na Assembleia Legislativa do Paraná. Errou feito igualmente em Foz do Iguaçu e Ponta Grossa.

Mesmo investigado e sem credibilidade, o Ibope foi contrato por R$ 4,6 milhões pelo governo Beto Richa (PSDB) e tchan, tchan, tchan… O tucano disparou na pesquisa na RPC.

O iBeto não reflete a onda pela volta de Requião ao Palácio Iguaçu. A vontade das urnas falará mais alto em 5 de outubro, pois é o mesmo instituto que dizia que perderíamos a convenção do PMDB para o Beto Richa!, disse o deputado Antônio Anibelli Neto, o Anibelinho.

Ora, se o Ibope erra todas e está mais comprometido com o tucano Beto Richa do que noiva em véspera de casamento, por que raios a RPC mantém contrato com o instituto de Carlos Augusto Montenegro? Que há por trás desta inabalável parceria?

Outro questionamento levantado por leitores: por que a RPC não divulga os números do Ibope junto com o Datafolha no mesmo telejornal, como fizera até as eleições de 2010? Por quê?

Para quem não se lembra, o Ibope/RPC afirma que Richa tem 43% das intenções de voto, Requião 26% e Gleisi 14%.

Já o Datafolha, que divulgou pesquisa em 15 de agosto, a disputa pelo governo do estado está tecnicamente empatada entre Richa (39%) e Requião (33%). Gleisi está em terceiro com 11%.

Como dizia o velho Leonel Brizola, algo de errado há nisso…

Compartilhe agora!

Comments are closed.