Indicação de Gomyde para o Senado causa quiproquó no PT e no PDT

Confirmação de Gomyde para o Senado gerou protesto neste domingo (28) em frente à  sede do PT; militância petista quer Dr. Rosinha no Senado; também deu xabu no PDT, onde a convenção havia proibido indicação de vice para priorizar o Senado com Bernardi; pedetistas ameaçam judicializar apoio à  senadora Gleisi Hoffmann; brizolistas preparam Haroldo Ferreira para a vice da senadora do PT: quiproquó se estendeu neste domingo ao PV, pois o deputado Rasca Rodrigues promete pronunciamento forte amanhã na Assembleia Legislativa contra o presidente do PCdoB; durma com um barulho deste.

Confirmação de Gomyde para o Senado gerou protesto neste domingo (28) em frente à  sede do PT; militância petista quer Dr. Rosinha no Senado; também deu xabu no PDT, onde a convenção havia proibido indicação de vice para priorizar o Senado com Bernardi; pedetistas ameaçam judicializar apoio à  senadora Gleisi Hoffmann; brizolistas preparam Haroldo Ferreira para a vice da senadora do PT: quiproquó se estendeu neste domingo ao PV, pois o deputado Rasca Rodrigues promete pronunciamento forte amanhã na Assembleia Legislativa contra o presidente do PCdoB; durma com um barulho deste.

Deu quiproquó a negociação que levou o ex-deputado Ricardo Gomyde (PCdoB) à  vaga do Senado na chapa liderada pela senadora Gleisi Hoffmann (PT).

Na tarde deste domingo (29), militantes petistas que defendem o nome do deputado Dr. Rosinha ao Senado protestaram em frente à  sede do partido. Eles foram proibidos de entrar no local em que estava ocorrendo a convenção do PT.

A indicação de Gomyde também deu xabu no PDT. Na sexta (27), os pedetistas haviam decidido na executiva, por unanimidade, pelo nome do vereador Jorge Bernardi para o Senado.

O Blog do Esmael soube que um grupo de filiados do PDT que vão pedir a impugnação de Gleisi, no dia 5 de julho, porque na convenção do PDT votou — e foi aprovado — que não indicaria a vice de quem quer fosse.

No novo arranjo eleitoral, Gleisi cederia a vice para o médico pedetista Haroldo Ferreira. A coligação teria PT, PDT, PCdoB, PEN, PRB e PTN.

A confusão também chegou ao PV. O deputado estadual Rasca Rodrigues, em nota oficial divulgada hoje, disse que “Gomyde é um blefe” e prometeu um veemente pronunciamento na Assembleia contra o “playboy do Batel”.

Os partidos têm até amanhã, dia 30, para fechar as respectivas atas perante a Justiça Eleitoral.

Comentários encerrados.