Pelas mãos de Gomyde, frentistas ingressam no Partido Comunista

 Cerca de 6 mil trabalhadores em postos de combustíveis estarão sob a influência do PCdoB de Ricardo Gomyde que, nesta sexta (25), anunciou a filiação na legenda vermelha do presidente do Sindicato dos Empregados em Postos de Combustíveis de Curitiba (Sinpospetro), Lairson Sena; Gomyde quer uma das 54 cadeiras da Assembleia Legislativa do Paraná.


Cerca de 6 mil trabalhadores em postos de combustíveis estarão sob a influência do PCdoB de Ricardo Gomyde que, nesta sexta (25), anunciou a filiação na legenda vermelha do presidente do Sindicato dos Empregados em Postos de Combustíveis de Curitiba (Sinpospetro), Lairson Sena; Gomyde quer uma das 54 cadeiras da Assembleia Legislativa do Paraná.

Toda vez que um motorista for abastecer seu carro em um posto de combustível, muito provavelmente, será atendido por um militante do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) na região metropolitana de Curitiba. à‰ o que diz o presidente estadual da legenda vermelha no Paraná, Ricardo Gomyde, que acaba de filiar Lairson Sena, presidente do Sindicato dos Empregados em Postos de Combustíveis de Curitiba (Sinpospetro).

A entidade sindical possui na base cerca de seis mil trabalhadores e é vinculada à  União Geral dos Trabalhadores (UGT), presidida no estado por Paulo Rossi, que é do PSD. Logo, não é demais supor que Rossi pode estar colocando um pé na barca do comunismo de Gomyde.

Gomyde afirma que pacificou as tribos no PCdoB e que o partido vai “redondinho” à s eleições de outubro. Ele quer uma das 54 cadeiras da Assembleia Legislativa do Paraná.

Comentários encerrados.