Morre Alberto Reich, chefe de gabinete de Plauto Miró

imageO empresário Alberto Reich, chefe de gabinete do 1!º secretário da Assembleia Legislativa do Paraná, faleceu neste domingo (18), aos 51 anos, em Curitiba, em decorrência de um infarto. Ele participava na manhã de hoje do Circuito Das Estações Adidas 2013 cuja prova tinha 10 km.

23 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Hello there. I discovered your site by means of Google at the same time as searching for a related matter, your web site got here up. It seems to be great. I have bookmarked it in my google bookmarks to visit then.

  2. I simply want to say I am just beginner to blogs and absolutely enjoyed this web site. Probably I’m planning to bookmark your website . You actually come with great posts. Thanks a bunch for sharing your blog site.

  3. Marcos gostaria muito de ver o Pedro… os meus pais estão vivos e bem.

    Sally Reich

  4. Meu pai Pedro, vivo graças a Deus, trabalhou por mais de 25 anos gerenciando a Casas 444 na Barão do Rio Branco. Quando pequeno eu conheci o Sr. Baruch e a Srª Rosita, as vezes nos visitavam, não tenho mais notícias deles, mas meu pai conheceu bem o jovem Alberto e todos os filhos do casal.

  5. Era um cara especial tive a oportunidade de estar ao lado dele 10 anos,deus o levou pois era muito especial, a nos resta continuar e seguir de uma forma honesta como nos ensinou, aos criticos tenho pena pois aqui é o inferno e todos vcs vão ficar muito tempo aqui e quando encontrarem a linha do sofrimento de vcs ou do filho de vcs quero estar la encima de camarote acompanhando essa dor , a mesma dor que a filha dele e o pai dele esta carregando até hoje… não esqueçam lembrem da gente quando um filho de vcs estiver na linha do sofrimento pode ser que vcs aprendam que a raiva e a discordia não é do bem…ele foi a melhor pessoa que conheci até hoje… as pessoas iluminadas tem a morte que querem sem dor e fazendo o que gosta…que deus olhe por vcs pois caso contrario sera muita dor… RAFAEL

  6. Eu trabalhava 10 anos pra ele só telho boas Lembranças
    como chefe ele pra me foi o melhor fiquei Muito triste a te hoje eu Não acredito Que ele morreu todos os dias eu lembro dele.

  7. Gente, numa boa, se alguem era contra os atos politicos ou empresarias do Alberto, deveria ter se pronunciado diretamente a ele enquanto vivo. Neste momento, se vc nao tem nada de bom a dizer, FIQUE CALADO! Acho de extrema falta de educaçao, respeito e indecencia ficar fazendo criticas a alguem q vcs nao conhecem e principalmente q nao esta mais aqui pra se defender. A PESSOA em questao tem uma familia q esta abalada com a perda de um ente querido e merece o respeito de todos, mesmo pq, antes de ele ser empresario ou chefe de gabinete, ele era filho, irmao, pai, etc. Todos cometem eros na vida, ngm aqui é perfeito, entao vamos colocar a mao na consciencia um pouquinho e ser seres humanos! Meus pesames a familia Reich

  8. Estava na corrida e presenciei o fato, ele parou de correr junto ao posto de água e começou a passar mal. deitaram ele no chão(de lado) e chamaram a ambulância que estava perto, uns 100 mts. Agora pasmem os senhores: A ambulância não tinha desfibrilador cardíaco, começaram as manobras de reanimação e foram até a sede do JOCKEY CLUB DO PARANÁ ““ JCPR, acesso pelos portões da Rua Dino Bertholdi ““ ao lado do Ginásio do Tarumâ, nisso ja se passaram uns 7 min. Não sei se isso foi determinante na sua morte, mas a organização da corrida Adidas tem por dever fiscalizar suas empresas terceirizadas que faz o apoio tecnico de saude nesses eventos. Todos viram a ambulancia parada na porta do JOCKEY CLUB DO PARANÁ, por mais um tempão depois que pegaram o equipamento… Resumindo a ópera: uma falta de organização da organização e da empresa que fazia o suporte de ambulância.

  9. Me parece que qualquer suspeita ou dúvida que possa pairar sobre a atividade pública ou privada do Sr.Alberto deva ser perguntada aos que ficaram, até porque são os herdeiros de qualquer satisfação a ser dada. Nesse momento creio que o luto deva ser respeitado.

  10. Não fiquei nem um pouco triste com essa perda, pois ele aproveitou bem a vida, com o nosso dinheiro, agora espero que ele pague as suas contas!
    E para quem duvidar, dá uma lida nisso: http://www.redesuldenoticias.com.br/noticia.aspx?id=33973

    • VOÇE NAO FICOU MAS MINHA FAMILIA FICOU ,SOU IRMAO DELE E GOSTARIA DE FICAR CARA ACARA CO VOÇE…. SALLY REICH

      • Trabalhei com seus pais Sr. Baruch Reich e Rosita,gostaria de notícias de seus pais, já que moro no exterior e desde 2000 não os vi mais; me recordo bem de vcs ainda adolecentes quando trabalhei nas Casas 444. Triste com a notícia da perda de seu irmão.

  11. Não conhecia este senhor, mas empresário e chefe de gabinete?? Ou não estava fazendo uma das 2 atividades da forma necessária, ou as 2 se completavam. Empresário bem sucedido não deixa a empresa para ser chefe de gabinete de deputado, salvo se a empresa não dá lucro ou se estar na Alep possa gerar negócios. A par disto, que descanse em paz.

  12. Eu não me recordo de ter falado com o Alberto pesoalmente, mas falei com ele por telefone e sempre fui muito bem atendido, assim também o ex- Diretor-Geral e meu amigo Manfrin, o tal de Bruno, Diretor Pessoal somente falei com ele uma vez e mostrou a sua “Educação”, dizendo:”Fala logo que tenho muita coisa que fazer”. Ele poderia sim ser Diretor de Pessoal na Penitenciaria de Piraquara.

  13. O falecido era ex-cunhado do Plauto,tá certo que não é mais parente,mas é pai de seus sobrinhos,não é nepotismo puro,mas é uma espécie de genérico de nepotismo.E o nobre parlamentar com abusando dos poderes da Assembléia queria ter moral para ser Conselheiro do Tribunal de Contas.Coisas do Brasil.

  14. Infarto é coisa séria, por isso todo cuidado é pouco, meu avô, pai da minha mãe morreu de um infarto, estavamos todos reunidos na casa dele quando aconteceu.