Deputado petista quer que imposto sobre grandes fortunas financie importação de médicos cubanos

Zeca Dirceu, que já havia defendido a importação de médicos cubanos pelo Brasil, agora, em novo artigo de opinião, quer que o imposto sobre as grandes fortunas financie a contratação de quase 170 mil profissionais que faltam na saúde pública brasileira.

Zeca Dirceu, que já havia defendido a importação de médicos cubanos pelo Brasil, agora, em novo artigo de opinião, quer que o imposto sobre as grandes fortunas financie a contratação de quase 170 mil profissionais que faltam na saúde pública brasileira.

Em artigo de opinião, o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR), filho do ex-ministro José Dirceu, um dos ícones do petismo no país, defende a aprovação pela Câmara dos Deputados da Contribuição Social sobre Grandes Fortunas para custear a saúde pública. Segundo o parlamentar paranaense, o assunto é uma prioridade da bancada petista na Câmara.

Zeca Dirceu argumenta que os pobres pagam mais impostos que os ricos no Brasil, ou seja, há uma evidente distorção que ajuda a concentrar ainda mais a riqueza nas mãos de tão poucos. Na prática, o petista quer os mais abastados pagando a conta da importação de médicos cubanos

Leia a íntegra do artigo de Zeca Dirceu:

Chegou a hora de contribuir proporcionalmente

por Zeca Dirceu*

No Brasil, os pobres pagam mais impostos que os ricos. Os 10% mais pobres do país comprometem 32% de sua renda em tributos, enquanto os 10% mais ricos pagam 21%. Esse dado alarmante já seria justificativa suficiente para a aprovação da Contribuição Social sobre Grandes Fortunas, pautada no Congresso Nacional há mais de 20 anos. Previsto no artigo 153 da Constituição Federal, o imposto é o único dos sete tributos federais que ainda não foi regulamentado.

O assunto é uma prioridade da bancada petista na Câmara, e está presente no projeto de lei da reforma tributária, que tem como ideia central aumentar a tributação sobre a riqueza e a propriedade, e diminuir a taxação sobre a produção, o consumo e os salários.

O projeto, que está pronto para entrar na pauta de votação da Câmara, prevê a criação de nove faixas de contribuição baseadas em acúmulo de patrimônio, sendo a última acima de R$ 150 milhões. Pelos dados da Receita Federal, há no Brasil apenas 56 mil pessoas habilitadas nas faixas patrimoniais acima do piso.

Fui prefeito de Cruzeiro do Oeste por dois mandatos, e nas mais de 400 assembleias e audiências públicas que realizamos a população elegeu a saúde como prioridade número um.

O mesmo desejo encontro no povo do Paraná em todas as regiões, nas minhas andanças como deputado federal. Está claro que precisamos urgentemente de uma nova fonte de financiamento para a área da saúde.

Defendo que 100% dos recursos obtidos com o Imposto sobre Grandes Fortunas sejam destinados para a saúde, conforme previsto no PLP. Isso significaria um aporte adicional de pelo menos R$ 14 bilhões para a área. Recursos que viriam, em grande parte, de apenas 907 contribuintes com patrimônio superior a R$ 150 milhões.

Em um país em que apenas 10% da população concentra 75% das riquezas, é mais que justo que menos de mil pessoas possam contribuir para que milhões tenham acesso à s merecidas melhorias na estrutura do sistema público de saúde, como novos hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e unidades básicas de saúde, ou mesmo melhorias no financiamento das entidades filantrópicas e a contratação de médicos para atender a população do interior e das periferias das grandes cidades.

Vivemos um tempo de grandes transformações, o que torna o ambiente totalmente favorável à  aprovação do projeto. O momento é de agir com rapidez e de imediato, taxando a riqueza, a renda, o patrimônio, a propriedade, as heranças, doações e fortunas, e diminuindo a pressão sobre a classe média e trabalhadora, a exemplo de países como os Estados Unidos e a França. O povo já contribuiu ao longo de vários anos para o financiamento da saúde. Em nome do bom senso e do sentimento de justiça, chegou a hora de os ricos financiarem o SUS, na proporção de seu patrimônio.

*Zeca Dirceu é deputado federal pelo PT do Paraná.

18 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to mention I am just newbie to blogs and definitely enjoyed this web-site. Likely I’m want to bookmark your blog post . You really come with impressive well written articles. Appreciate it for sharing with us your website.

  2. O pai dele (Zé Dirceu), mentor do mensalão, tá ganhando comissão para trazer os médicos! Está agindo como “cafetão”!

  3. Médicos cubanos? Mais uma lenda propagada no Brasil que a medicina em Cuba é avançada. Lá tudo é atrasado. E querem trazer este atraso para o país porque o Lula sonha em ser um ditador como o Fidel Castro. Eta povo que não evolui. Ouço apologia as ditaduras da américa latrina desde a década de 80. Fala sério! A economia diz que quando existe uma grande diferença de renda na população existe miséria. No país existe uma classe multimilionária que acha bagatela gastar 1 milhão de reais, existe a classe média que ganha 5 mil por mês, existe os pobres que ganham 600 reais por mês e existe os miseráveis que não ganham. Lógico que estes milionários vão fazer tudo no país custar uma fortuna. Eles querem um lote que vale 10 mil mas o dono não quer vender. eles oferecem 500 mil por este lote e aumentam todo valor imobiliário. A questão de gastar dinheiro também é ética. Não tem como impedir alguém de ser rico mas, pode-se educa-lo para não ostentar. Quanto ao Zeca Dirceu, mais um político dispensável que infelizmente é eleito não se sabe como e fica aí prestando um desserviço a sociedade com suas ideias esquerdistas demagogas. Imposto sobre grandes fortunas? O imposto do Brasil é um dos mais altos do mundo e fica em 27%. Um rico que ganhe 100 mil paga 27 mil de imposto? É mole ou quer mais? Porque o tal Zeca não doa o dinheiro dele para fazer um hospital público?? Em outros países beneméritos ricos doam seu dinheiro para ajudar pesquisas científicas, hospitais e universidades!!! Não diga que ele é outro que acha que tudo é o governo que tem que fazer. Todos nós temos nossa responsabilidade como cidadãos.

  4. Mensalão financia

  5. Para financiar a vindas dos medicos , so precisa que o pai do deputado devolva ao Pais o dinheiro que ele e outros petralhas roubaram do povo neste 12 anos de desgoverno reinante.

  6. Sem dúvida nenhuma é um posicionamento justo e corajoso do Deputado Zeca Dirceu tendo em vista estarmos num país que ainda tem uma das maiores desigualdades sociais do mundo, ou seja, é pouca gente com muita fortuna e muita gente sequer com a oportunidade de ter o básico, e uma vida digna. Não quero aqui discutir a legalidade ou honestidade daqueles que são afortunados, mas sim demonstrar que vivemos em uma sociedade totalmente incoerente com a nossa realidade, onde aqueles que mais criticam os governantes em relação à corrupção são os mesmos que sonegam impostos não emitindo notas fiscais ou compram produtos no “exterior” aqui pertinho que custa a metade do preço porém não nos garante beneficio algum para a sociedade.
    Escrevendo estas palavras me lembrei de uma musiquinha que ouvia nas rádios a algum tempo atrás: “… Onde o rico cada vez fica mais rico, e o pobre cada vez fica mais pobre, e o motivo todo mundo já conhece é que o de cima sobe e o de baixo desce …” Parabéns pela discussão que é muito pertinente.

  7. As manifestações populares estão encurralando os políticos, que nunca se preocuparam com a vontade popular, porém, não dá para apoiar de jeito nenhum as manifestações e passeatas encabeçadas pelos médicos criticando a importação de médicos estrangeiros, pois tenho consciência que a população sofre por falta de profissionais na área, hoje o Brasil teria que trazer mais de 100 mil profissionais para suprir o défice. Muitas pessoas alegam que o problema é falta estrutura, concordo, porém, um problema não elimina o outro: falta médicos e estrutura.
    Infelizmente a corrupção generalizada não permite o desenvolvimento da estrutura adequada, necessária para um bom atendimento médico aos brasileiros. Essas manifestações não passam de corporativismo, é muito fácil se sentir a vontade, pois a maioria absoluta dos médicos no Brasil ganham bem e escolhem onde querem trabalhar, afinal falta profissionais e não existe concorrência.
    Outro problema que observo é o preconceito em relação aos médicos cubanos. Entretanto, eles estão atuando em vários países com muita competência, seriedade, profissionalismo e prestígio, atuam como médicos sem fronteiras e não se importam de ir para o interior, estão atendendo em países europeus onde exige-se acima de tudo competência, seriedade e profissionalismo, obtendo reconhecimento e prestígio junto a comunidade internacional.
    Portanto, que venham os médicos cubanos, espanhóis e portugueses a população desassistida pelos rincões espalhados no Brasil, agradece!!!!

  8. “Fala sério”, Fala sério!
    Primeiro leia o artigo antes de fazer comentário tão imbecil!

  9. É evidente que muitos não leram o artigo do deputado. Em momento algum ele propõe recursos pra médicos cubanos.

  10. PArem com essa bobagem, Usar $$$ do imposto sobre grandes Fortunas pra isso??? Usem o $$$ deste Imposto para melhorar Hospitais,abastece-los, criar condições de trabalho aos médicos e melhorar o atendimento a pacientes, Só podia ser ideia desta cria Filhote do Mensaleiro Zé Dirceu ( vulgo zé do Caixão) que veio do PT pra enterrar o País.

  11. Só o dinheiro que o papai Zé Dirceu desviou e fez a farra dos mensaleiros (mais de R$ 140 milhões) daria para muuuita coisa, mas muuuita coisa mesmo.

  12. Sou favorável a importação dos médicos, mas esta declaração do Deputado é como todo mundo sabe pura demagogia, tenham a santa paciência, não somos tão burros assim, o imposto de grandes fortunas vai para o caixa do governo que o gasta conforme a necessidade, o PT e o Deputado são contra a vinculação dos tributos a gastos específicos – não é invenção minha, mas fato bem conhecido até porque o PT está no governo -, e agora vem fazer esta proposta, por favor, o que é isso.

  13. pergunte ao Zeca Dirceu se o pai dele parou com o tráfico de Nióbio

  14. É, vai sonhando! Como a elite do brazil com z é a pior do mundo, tá na cara que qualquer iniciativa pela justiça social vai levar fumo no legislativo. Claro, os políticos não estão lá de graça, todos eles foram eleitos. E, eleitos por quem? BASTA OLHAR O NÍVEL DOS COMENTÁRIOS NESTE BLOG, a maioria é de reacionários, saudosistas da ditadura, burros, iletrados, massa de manobra do PIG, de destiladores da cantilena da UDN: o problema do brazil com z é a corrupção.
    São estes lixos humanos que votam nos Collors, nos FHCs, no Joaquim Barboza e em outras desgraças. Votam nos piores tipos possíveis e querem um brazil com z melhor. Ah, vão cagar no mato seus ignorantes fascistoides ….

  15. Apoiado integralmente! Merecemos um país mais igualitário!